Grêmio

Grêmio
Mais uma vitória em busca do tri!

Internacional

Internacional
A semana, a ideia de Roth, o Inter B.

Grêmio

Grêmio
Maylson garante mais uma vitória

Internacional

Internacional
O Inter estará pronto dia 16?

Uma jornada triste

24 de set de 2009

Olá, leitores, torcedores de diferentes times do país.

Em primeiro lugar, agradecendo ao Marcos pelo prestígio de sua leitura, gostaria de dizer que os argumentos apresentados por este combativo torcedor e confrade de blog, na polêmica sobre o jogo do tricolor paulista contra o Santo André disputado em Ribeirão Preto, são válidos. Queria somente sublinhar que, nesse tipo de situação, melhores critérios para definição do local - ainda que de qualquer modo o São Paulo reunisse maioria de apoiadores no estádio - teriam que ficar estabelecidos. Na verdade, é um absurdo que o Ramalhão possa participar do Campeonato Nacional com um gramado que lá pelas tantas se torna impraticável. Porque o ideal é que não haja nenhum tipo de anormalidade neste aspecto. Todos os times - a não ser que haja sérios motivos para punições - jogam em suas casas e nas dos adversários em turno e returno. Ponto.

Sobre ontem, já sintetizei o que ocorreu no título deste texto. Começou quando em uma de minhas atividades profissionais recebi a notícia da morte do pai de um amigo e combativo conselheiro colorado de meu grupo político no Clube, o InterAção, por grave problema de saúde. Veio em seguida mau pressentimento quanto ao jogo do Internacional contra o Universidad do Chile, e comentei com colegas de emprego que não haveria mais que um empate no Beira-Rio. Dito e feito. Foi uma partida muito parecida com a do Grêmio contra o mesmo adversário na Taça Libertadores da América desta temporada. Se o Colorado convertesse metade das chances que criou, poderia, inclusive, ter goleado o oponente, que conta com um ótimo goleiro.

E não consigo, embora entenda as exigências das relações contemporâneas das instituições futebolísticas com seus patrocinadores, aceitar esta terceira camisa dourada do Inter. Descaracteriza completamente as tradições do Clube. Que pelo menos as belas cores do Time sejam respeitadas. Sinceramente, chego a pensar que quanto menos o conjunto comandado por Adenor Tite entrar em campo com ela, melhor!

Esta estranha sensação, claro, também se deve a considerar que a Copa Sul-Americana merece permanecer em plano secundário. Até porque o Brasileirão não está definido. Ainda que o Palmeiras tenha surpreendido o Cruzeiro ontem no Mineirão (Pô, Lilian......) e tenha mais uma vez contado com certa benevolência da arbitragem, em alguns lances duvidosos em sua área, ainda estamos diante de muito campeonato pela frente. Sobre o grande jogo de domingo contra o Flamengo escreverei outro dia.

2 comentários:

lilian_alcantara92 disse...

bom Marcelo, quanto ao cruzeiro ter perdido pro Palmeiras ontem acho que não foi lá uma questão de futebol não. Mas já deixei um tópico explicitando bem minhas idéias.
Rumo a Copa do Brasil, né. Como eu tinha dito.

24 de setembro de 2009 17:20
marcos c.s. nascimento disse...

Cpmplementando meu comentário sobre a questão de mando de campo, na minha opinião antes do início do campeonato cada time deveria indicar seu local de mando, o qual seria inspecionado pela CBF para verificação da condição do estádio para a prática de futebol. Temos diversos laudos exigidos pela CBF de Bombeiros, Policia Militar, etc, mas acho que deveria haver uma inspeção da Confederação tambem para verificar condições de vestiários, gramado... enfim condições de jogo.
Quanto ao comentário sobre a camisa do Internacional que me desculpem os marqueteiros que adoram "inventar" novas cores aos clubes para propiciar a venda de camisas, mas acho rídiculo o Internacional jogar de dourado. Meu Deus ! O Inter é cheio de glórias mas daí a alterar suas cores... Como já alteraram Sport, Vitória, Corinthians, Santos, Fluminense e outros em nome de sei lá o quê. Por falar nisso alguém sabe qual a cor do uniforme do Palmeiras ? Marca texto, alvi-verde, azul ?
Quanto aos nossos árbitros acho que não adianta reclamar, não vislumbro melhoras a curto prazo. E os erros são para todos os lados, acho que no caso o que impera é mesmo a inconpetência, com uma dose é verdade de ajuda a algumas equipes que contam com a simpatia daqueles que mandam no nosso futebol.
Concluindo é sempre um prazer ler textos tão bem escrito como os seus e dos demais colegas do blog, assim o agradecimento torna-se desnecessário.

25 de setembro de 2009 13:18

Postar um comentário

 

2009 ·Gol de Letras by TNB