Grêmio

Grêmio
Mais uma vitória em busca do tri!

Internacional

Internacional
A semana, a ideia de Roth, o Inter B.

Grêmio

Grêmio
Maylson garante mais uma vitória

Internacional

Internacional
O Inter estará pronto dia 16?

Bipolaridade celeste

23 de mai de 2010


Depois de sair da Copa Libertadores, o time celeste aposta todas as suas fichas no Campeonato Brasileiro. Com a manutenção de Adilson Batista, fomos a Campinas enfrentar o Guarani. O time tinha algumas modificações e entrou em campo com: Fábio; Elicarlos (Fabinho), Gil, Thiago Heleno e Diego Renan; Pedro Ken (Jonathan), Henrique, Marquinhos Paraná e Fernandinho (Guerrón); Kleber e Thiago Ribeiro.

O jogo começou mal, quando o Cruzeiro atacava era sem objetividade, alias, nossos atacantes estavam voltando para buscar a bola no meio campo, então realmente a possibilidade de gol era nula. A falta de ritmo e de animo dos jogadores estava evidente, o time entrou desconcentrado e pagou pelo mal feito nos primeiros 45 minutos. Foram 2 gols (aos 11 e aos 31) do time da casa, que deram um susto na nação celeste. Na verdade, o susto maior era ver o que o time mostrava nas quatro linhas.

Com um 1° tempo para esquecer, só nos restava a esperança de um puxão de orelha no intervalo e tivemos o relato que dessa vez este foi feito pelo goleiro Fabio. Assim como meu time é coisa séria para mim, nosso muralha mostrou aos outros jogadores que eles não estavam lá para brincadeira.

E nossos guerreiros foram para o 2° tempo como deveriam ter entrado desde o inicio. O time celeste colocou a bola no pé e empatou o jogo (aos 6 e aos 30) em meio a erros e dificuldades. Mesmo com o gostinho de vitória que alguns podem ter sentido com o final da partida, eu fiquei extremamente preocupada com essa “bipolaridade” do time. Como podem jogar tão mal num tempo e recuperar tudo em outro? Será corpo mole? Será deprê pós Libertadores? Simplesmente não tem explicação.

Creio que nosso técnico errou na escalação hoje, mas ele não é o grande culpado disso, ele não entra em campo. Eu sou da opinião de que a partir do momento que um homem resolve ser jogador de futebol, ele tem que entrar pra valer, fazer o seu melhor, esquecer toda derrota, esquecer todo problema particular e, principalmete, não dormir em campo como foi visto. Hoje, nós éramos milhões de apaixonados perdendo tempo vendo esses jogadores fazerem aquilo... e é nossa obrigação ficar revoltado e cobrar para ver aqueles homens utilizando todo o potencial, que nós sabemos que eles têm, para vencer esta e qualquer outra partida.

“Vamos Aguardar” para ver o desenrolar dessa história e um final feliz.

Saudações Celestes.

*imagem tirada do site oficial do Cruzeiro.

1 comentários:

Carlos Alberto carlozeirense dos Santos disse...

O difícil de acreditar que o Cruzeiro possa ter alguma possibilidade de sonhar até com a Libertadores do ano que vem,é porque o time continua capengando e nenhuma coisa está sendo feita para se reverter esse quadro.Agora,tudo se resume em discursos.Já imagino amanhã,o presidente do Cruzeiro dando uma coletiva e dizendo aquele discurso pré-fabricado de que o time é bom,que chegamos nas oitavas de finais da Libertadores,que ninguém esquece de jogar futebol da noite para o dia.E os erros continuam como as lambanças do Thiago Ruim Leno,a lerdeza do Pedro Ken,que não sei porque cargas d'águas ainda continua no clube e por aí afora.Tá osso!!!!!

23 de maio de 2010 22:44

Postar um comentário

 

2009 ·Gol de Letras by TNB