Grêmio

Grêmio
Mais uma vitória em busca do tri!

Internacional

Internacional
A semana, a ideia de Roth, o Inter B.

Grêmio

Grêmio
Maylson garante mais uma vitória

Internacional

Internacional
O Inter estará pronto dia 16?

Aqui é Caveira!

16 de set de 2010

Num confronto da experiência no meio campo, o time da casa se deu bem! Muito embora o visitante não tenha deixado a desejar, Paulo Baier (na foto, com Ricardinho) mais uma vez jogou acima da crítica, e iniciou a jogadas para os dois gols do Furacão.
Prova de que sua ausencia, até o último minuto pode fazer sim, muita falta, pois em um lance isolado e pode oferecer um algo a mais. Ele sempre faz uma leitura diferente do jogo, cadencia e acelera quando deve, faz o que quer... E ontem não foi diferente.
Já tinha feito uma excelente partida no último confronto na Baixada, contra o Corínthians, mas dessa vez procuramos não dar margens para vôos de arbitragens, marcações equivocadas e tudo o mais. Foi um jogo corrido, onde o primeiro gol saiu logo aos 2 minutos, e deu margem para acharmos que seria daqueles jogos "fáceis", mas que o Furacão, tamanho amor pelo seu torcedor faria de tudo para dificultar.
E não deu outra! Depois de uma falha grosseira dos DOIS zagueiros atleticanos, Obina subiu sozinho e igualou a partida. O que tava fácil, deixou de estar.
A primeira etapa acabou equilibrada, com chances de qualquer dos times terminar ganhando.
Com o início do segundo tempo veio também o jogo de xadrez. Comandados por Luxa e Capegiani, as saídas de Obina e Vítor, para a entrada de Diego Souza, e Guerrón para Galo e Furacão respectivamente, mudaram a cara do jogo, que ficou muito mais dinâmico, abrindo cada vez mais margem para gols, que não aconteceram por mera falta de pontaria. Ou talvez simplesmente por não querer a coisa simples.
Muito perto do fim, Carpa saca Branquinho que fazia excelente partida e coloca em campo Ivan Gonzalez. Uma mudança audaciosa, mas, que não decepcionou.
Atleticano desde criança (foto), tinha o sonho de torcedor de marcar um gol na Arena, e ele não poderia ter vindo em momento mais oportuno. O jovem canhoto, após o rebote de Fábio Costa não deixa e bola escapar e manda pro fundo das redes do Galo. Alpha total da torcida atleticana e do próprio jogador.
Melhor impossível, o jogador realizou seu sonho e conquistamos mais três pontinhos. Aliviou a tensão diante da aproximação do pelotão de trás, sem perder de vista os líderes. Nos mantivemos em sétimo, pelo menos até entre o jogo do SPFC e do Vasco (que enfrentam em casa Inter e Avaí, respectivamente).
A sensação de dever cumprido permanece, e sábado tem mais uma batalha!
Até Goiânia.
Sempre Furacão.

0 comentários:

Postar um comentário

 

2009 ·Gol de Letras by TNB