Grêmio

Grêmio
Mais uma vitória em busca do tri!

Internacional

Internacional
A semana, a ideia de Roth, o Inter B.

Grêmio

Grêmio
Maylson garante mais uma vitória

Internacional

Internacional
O Inter estará pronto dia 16?

Espantos no Brasileirão

13 de out de 2009

Olá, leitores, torcedores de diferentes times do país.

Este é um verdadeiro Brasileirão de espantos. Por ordem: tudo bem que o Palmeiras estava desfalcadíssimo contra o Náutico. Porém, é compreensível que uma equipe da zona de rebaixamento goleie como goleou o líder do campeonato? O Timbu entrou para o rol dos times desesperados a praticar crimes? Não. Quem viu boa parte do jogo sabe que o placar expressa a superioridade alvirubra na partida dos Aflitos. Bastou então a agremiação pernambucana contar com o máximo de titulares para uma vitória retumbante.

E o Avaí? Era pule de dez para voltar à segunda divisão. Entretanto, graças a um competente trabalho certamente da direção do clube e do treinador Silas - sem dúvida o melhor da competição -, deve se manter com tranqüilidade entre os 11 ou 12 primeiros, arrebatando vaga na Copa Sul-Americana 2010. O Sport Recife, penúltimo na tabela, não perdeu nem para o Grêmio, nem para o Goiás, este integrante assíduo do grupo que pode sonhar com a Taça Libertadores da América da próxima temporada. E por aí vamos.....

Então, todos me cobrarão: e o seu Internacional, diante disto? Empata com o Atlético-PR, em casa, não se ajuda e ainda conta com um lance de interpretação benevolente de arbitragem, numa jogada dentro de sua área, envolvendo o zagueiro Índio! Sim, é verdade. Porém, como alguém que já passou por dentro da Instituição, procuro ver o panorama de forma um pouco diferente. Com todos os erros e vacilações, do grupo dirigente aos atletas, o Colorado tem se mantido entre os quatro primeiros. Já escrevi aqui algumas vezes que o elenco - mesmo quando tinha Magrão e Nilmar - foi superestimado. Agora, considero a paridade, o equilíbrio, coerente com o que escrevi acima, quase que total.

Entretanto, se os times se nivelam, encadear várias partidas de três pontos estabelece o diferencial, e ainda não passou o momento do Inter superar seus problemas, visando a alcançar uma série de triunfos. A questão consiste no que fazer para preservar o direito de ainda cobiçar o título. Afinal, são duas vitórias a separar o conjunto comandado por Mário Sérgio Paiva do Verdão, e há nove rodadas pela frente. Se existe desunião no vestiário, todos devem trabalhar por um pacto que acabe com ela, ao menos, até dezembro. O novo técnico, independentemente do juízo de valor de crônica e torcedores em geral, precisa definir um esquema tático predominante e saber encaixar os atletas que estão para voltar dos selecionados. Todo o staff necessita de um entendimento estratégico fundamental: ganhar os próximos três embates (contra Fluminense, o clássico Gre-Nal e um duelo direto contra o São Paulo, ainda que no Morumbi) significará ficar vivíssimo na disputa pelo primeiro lugar.

Diante de nós, persistem duas dimensões diferentes. O modelo de gestão do Clube ainda será muito questionado, obrigatoriamente, mas a conquista do maior título nacional e do Bi da Taça Libertadores permanecem viáveis.

1 comentários:

Lílian Alcântara disse...

Mais cedo disse no meu post que não conseguia pensar em algum nome parar treinar a raposa pro ano que vem, taí um bom nome: Silas, não sei se a diretoria conseguiria trazer o técnico, tirar ele do Avaí não deverá ser mito fácil, mas se a diretoria gosta de arriscas em nomes que estão surgindo tá ai um belo "risco" ...

13 de outubro de 2009 20:44

Postar um comentário

 

2009 ·Gol de Letras by TNB