Grêmio

Grêmio
Mais uma vitória em busca do tri!

Internacional

Internacional
A semana, a ideia de Roth, o Inter B.

Grêmio

Grêmio
Maylson garante mais uma vitória

Internacional

Internacional
O Inter estará pronto dia 16?

Na frente da tevê em preto e branco

16 de out de 2009

Olá, leitores, torcedores de diferentes times do país.

Naquele sete de dezembro, por algum motivo que não me lembro, e possivelmente meus pais também não recordarão, eu estava só na frente da tevê. Um velho televisor preto e branco me propiciava assistir a um jogo no Rio de Janeiro, no maravilhoso estádio conhecido como o maior do mundo, o Maracanã. Não sentia nenhum temor especial, e, ao que me lembre, não estava excessivamente confiante.

Então aconteceu. Foi uma das partidas mais emblemáticas da História do Futebol do Rio Grande. O Internacional de Figueroa, Falcão, Paulo César Carpegiani e Lula não deixou o Fluminense chutar a gol e com a bola nos pés mostrou um futebol coletivamente maravilhoso, colocando pela primeira vez um time gaúcho em uma Taça Libertadores da América. 2X0: um placar barato para a tão badalada "máquina tricolor" de Rivelino e Cia.

Desde aquele domingo de 1975, muitas coisas se transformaram no Colorado e no país. Agora, há um embate de características completamente diferentes de uma semifinal naquele mesmo palco onde Lula e Paulo César deixaram suas marcas. Entretanto, pressinto que se o Inter obtiver os três pontos, os rumos do Brasileirão 2009, tão favoráveis, ainda, ao Palmeiras (que não terá vida fácil diante do Flamengo.....) vão se alterar.

Mário Sérgio Paiva já definiu que o Time terá três defensores, quatro meio-campistas (contando com os dois alas) um pouco mais defensivos, dois articuladores e Alecsandro como isolado atacante. Não me incluo entre os que considera a priori um esquema 3-4-2-1, ou o 3-4-1-2, excessivamente cauteloso. Tudo depende da dinâmica, das alternativas de triangulações, pelos dois lados, da velocidade pós-retomada da bola e, claro, de um conjunto de atletas adequados para as funções determinadas em um plano do treinador.

Enquanto isso, o Brasil perdeu o Mundial Sub-20 para Gana nos pênaltis. Como o absurdo da convocação de Guiliano me deixou completamente indiferente ao destino deste selecionado, devo confessar que apenas torço para que o promissor talento do Internacional não se abale emocionalmente de forma demasiada. Observei que o camisa 10 já cumprimentava os novos campeões da categoria no planeta, e sem significativa alteração do semblante. Por esta razão, acredito que voltará tranqüilo, com a consciência do dever cumprido, e apto para uma extraordinária atuação no Gre-Nal do dia 25. Neste cenário, vivemos a expectativa de mais uma eletrizante rodada do Campeonato Nacional.

0 comentários:

Postar um comentário

 

2009 ·Gol de Letras by TNB