Grêmio

Grêmio
Mais uma vitória em busca do tri!

Internacional

Internacional
A semana, a ideia de Roth, o Inter B.

Grêmio

Grêmio
Maylson garante mais uma vitória

Internacional

Internacional
O Inter estará pronto dia 16?

A Vitória Sublime e a Ironia

23 de nov de 2009

Olá, leitores, torcedores de diferentes times do país.

A vitória sublime do Internacional no Mineirão (há quase uma década e meia, não faturava lá três pontos contra o Galo....) foi construída taticamente. Isto é uma unanimidade entre os cronistas. Concordo em parte, com a ressalva de que a alteração crucial feita pelo treinador Mário Sérgio Paiva, ao tirar D´Alessandro do meio-de-campo, foi arriscada. Glaydson melhorou a marcação pelo lado direito da defesa, esquerdo de ataque do Atlético, que procurava agredir o Colorado por ali. Entretanto, a posse de bola diminuiu, o que se corrigiu em parte com a presença posterior de Andrezinho. O ferrolho defensivo funcionou: o Galo não pôde explorar a velocidade de seus atacantes, e criou poucas chances a mais do que o adversário, sendo rigoroso na análise.

Guiñazu e Guiliano cumpriram boa jornada, mas o volante Sandro se constituiu no maior destaque, assim como a defesa, merecendo citação especialmente Kléber, também pelo passe rápido na cobrança de falta que originou o gol de Guiliano. Era crucial o triunfo para pôr a mão na vaga na Copa Libertadores da América 2010. Notável também o fato de que o Inter venceu seis vezes consecutivamente equipes treinadas pelo competente Celso Juarez Roth. Sim, estou incluindo na conta o memorável 4X1 no grenal do returno no Brasileirão passado. Nesta temporada, mais três resultados positivos contra o tricolor gaúcho e dois contra o time mais popular de Minas Gerais (opa, será que escrevi bobagem, querida Lilian?), com direito a duas goleadas, na soma total, se lembrarmos o 3X0 do primeiro turno no Gigante da Beira-Rio.

A ironia agora é que, com os tropeços de São Paulo e Flamengo, o Clube do Povo do Rio Grande pode já estar recebendo decisivíssima ajuda de.....Iarley e Fernandão para arrebatar o título nacional. O Corínthians, - confio no profissionalismo de Mano Menezes - quem sabe, empate com o "mais querido", e o Goiás tem condições de bater o ainda líder do campeonato no estádio Serra Dourada. Depois da ajuda de ontem contra o candidato carioca, por que não?

Claro, o Internacional precisa fazer a parte dele de novo. E não considero favas contadas uma vitória contra o Sport em Recife. Longe disto. Não existe partida jogada, ainda mais neste Brasileirão! Então, a estratégia para o confronto decisivo tem que ser bem arquitetada. A ausência do volante argentino, punido com o terceiro cartão amarelo, será sentida. Como o Inter deve cobiçar a vitória, pensaria na solução simples da colocação de Glaydson como primeiro volante, adiantando Sandro para o lugar do "Cholo". Não cogitaria a presença de três zagueiros. Que eletrizante reta final! Vamos passar a semana na expectativa de outra rodada empolgante, ainda que existam chances do campeão se tornar conhecido no próximo domingo. E uma informação importante para todas as torcidas brasileiras, que vivem a expectativa de um ótimo primeiro semestre em termos competitivos: muito provavelmente Boca Jrs. e River Plate não estarão na próxima edição do mais importante torneio continental, representando a Argentina, pois andam mal das pernas no campeonato local.

0 comentários:

Postar um comentário

 

2009 ·Gol de Letras by TNB