Grêmio

Grêmio
Mais uma vitória em busca do tri!

Internacional

Internacional
A semana, a ideia de Roth, o Inter B.

Grêmio

Grêmio
Maylson garante mais uma vitória

Internacional

Internacional
O Inter estará pronto dia 16?

A boa estreia do Internacional e a próxima batalha

23 de mai de 2012

Olá, leitores, torcedores de diferentes times do país. O Internacional realizou uma boa estreia, no Brasileirão, contra o Coritiba. Não excepcional, mas promissora. O Time sustentou posse de bola, conseguiu atacar com ótimas combinações e, pelo que criou de oportunidades, poderia ter goleado. O segundo tento, eleito o maior destaque da rodada pela equipe do Globo Esporte, foi uma obra-prima de trabalho coletivo, até a conclusão de Dagoberto, mais solto, permitindo um desenho tático em 4-4-2, com variações. O Coxa Branca talvez deva reclamar do lance em que Everton mandou a bola para a rede, anulado por impedimento, mas ele é de muito difícil interpretação. Nem pela tevê fica completamente claro se o atacante estava um pouquinho à frente do último defensor colorado ou em posição legal. Além deste aspecto, a partida já estava 2X0 para o Inter, que provavelmente ficaria mais concentrado para não desperdiçar tantas chances. Óbvio, isso não passa de especulação. Para a segunda batalha do Campeonato Nacional, a situação ficou dificílima para o Campeão de Tudo que interessa. Sem Oscar, Leandro Damião, D´Alessandro e Sandro Silva, o empate estará de bom tamanho para o Internacional contra o Flamengo no Engenhão, até porque nem mesmo João Paulo, reserva imediato para o meio-de-campo, com a punição que continuará para Jajá, de conceito extremamente prejudicado perante os companheiros, tem presença certa. O jovem se lesionou contra o adversário do Paraná. A qualidade da equipe necessariamente diminuirá, mas o próprio treinador Dorival Jr. lembrou que competições desta envergadura são vencidas por elencos. Quem sabe, o menino Fred não se destaca no clássico nacional? - X - Noite eletrizante para o futebol brasileiro na Copa Libertadores. Vou arriscar palpites, embora tenha tido desempenho péssimo nos prognósticos para o fim de semana, acertando tão somente dois resultados. Como prever que o Bayern de Munique não seria campeão europeu, por desperdiçar uma penalidade máxima na prorrogação? Aliás, o Chelsea chega ao Torneio Mundial como adversário menos difícil de bater dos últimos anos para um vencedor do principal torneio da América do Sul, embora conte com bons jogadores. O Santos reverte a desvantagem; o Fluminense, não. A Universidad do Chile vai superar com alguma facilidade o Libertad; o Corinthians sofrerá terrivelmente, mas eliminará o Vasco da Gama.

0 comentários:

Postar um comentário

 

2009 ·Gol de Letras by TNB