Grêmio

Grêmio
Mais uma vitória em busca do tri!

Internacional

Internacional
A semana, a ideia de Roth, o Inter B.

Grêmio

Grêmio
Maylson garante mais uma vitória

Internacional

Internacional
O Inter estará pronto dia 16?

Imprensa usa Sorín pra dividir a torcida

29 de jul de 2009

Nasci em 1992, pouco lembro do Dida, do gol Elivelton na Libertadores ou de outros craques que passaram pelo Cruzeiro. Tostão e Joãozinho são histórias que só consigo concretizar a imagem na minha cabeça quando a Globo resolve relembrar, ou quando abro o youtube com esta finalidade.
Não sou do tipo que só vê a qualidade de uma pessoa depois que ela morre. Nem do tipo que só idolatra um jogador quando aposenta. Sorín foi ídolo da minha geração, sua primeira saída do clube doeu como a perda de um ente querido. E nunca fui tão anestesiada de felicidade por algum fato como fui naquele dia em que ele voltou a campo com a cabeça enfaixada, para marcar o gol do título.

Não fará falta taticamente ao Cruzeiro, ele não pertencia ao time titular e não teve continuidade no time, contundiu-se várias vezes e não recuperou o fôlego. Diante do nascimento de seu filho e as várias contusões Sorín decidiu sair de sua carreira.
A tristeza por largar uma paixão, o futebol, é perceptível em seus olhos durante as várias entrevistas. Teremos sempre orgulho do nosso grande jogador que escreveu uma carta emocionante quando saiu daqui. Rememoremos o fato - deixo aqui a primeira parte de seis de uma entrevista com nosso eterno ídolo celeste, contendo também, a tão falada carta:



Quando veio para o Cruzeiro, no fim do ano passado, o jogador ainda não tinha se recuperado de uma cirurgia, e o Cruzeiro se dispôs a tratá-lo, mais tarde comprou o jogador. Sob muita especulação não veio a reestreiar naquele ano. No início de 2009 passou o Torneio de Verão no Uruguai sentado no banco, sem nem mesmo uniformizar-se.
Estreiou no campeonato mineiro, sob aplausos da torcida. Chegou a fazer 6 jogos pelo Cruzeiro este ano, sem tomar ritmo, jogou os 90 minutos em apenas um dos jogos. Infelizmente, o ídolo não jogava, não pegava ritmo, não curava de suas contusões...
Ontem, decidiu afastar-se do futebol. Tem meu total apoio, o jogador não precisa fazer isto por dinheiro, e por amor não lhe cabe mais. Fidel Castro sempre disse que só sairia do poder de Cuba quando entende-se, por ele mesmo, que estava prejudicando o país e quando "não deu conta do recado" largou o posto, doente. Agora Sorín faz o mesmo, se não "estava dando conta do recado" era hora mesmo de encostar as chuteiras.
Mas o coração Cruzeirense nunca esquecerá um jogador que teve tanto afeto ao time, que declarou-se Cruzeirense, em primeiro lugar seu time do coração, na argentina, em segundo lugar o Cruzeiro.
Creio que diante da carta acima, não preciso descrever porque é e será sempre um troféu a mais ter tido Sorín no grupo.

Diante da saída do jogador, quebrou-se toda esperança de vê-lo com aquele futebol brilhante de sempre. A grande tristeza mesmo foi ver a imprensa se aproveitar disso pra tentar dividir opiniões na torcida.




Como se não bastasse a pergunta inconveniente, procurando caroço em angu o site disponibiliza a seguinte descrição para o vídeo:


Depois de anunciar a aposentadoria, lateral disse que, pela sua história no clube, poderia ter sido mais aproveitado, mas argentino não quis polemizar com o técnico Adilson Batista.



Então quer dizer que o Sorín aposentou porque o AB não o utilizava? Ele não estava contundido é isto? Se era só isto porque não pediu para ser vendido? Basta!
Chega de imprensa colocando clube x torcida x jogadores x técnico. É por isto que temos tanto rodízio de técnico hoje. O técnico, organiza taticamente o grupo, ele não pode fazer um jogador dar mais de si que o outro, não pode curar ninguém no DP ou no CARE, e também não trabalha no INSS, não aposenta ninguém.
Quando forem mentir, pelo menos mintam direito. E não tendem polemizar logo o maior ídolo da história recente do Cruzeiro.
(me desculpem pela grosseria, mas Basta!)

2 comentários:

P.C.Almeida disse...

Olá
Gostei muito do seu blog. Parabéns pela clareza do seu texto.
A respeito do Sorin, acredito que a imprensa está usando isso para criar um clima e derrubar o Adilson Batista. Tudo isso só por que ele é o maior comedor de galos dos últimos tempos.
Abraços.

P.C.Almeida

31 de julho de 2009 22:06
Lílian disse...

Que honra... PC Almeida no Gol de Letras!

1 de agosto de 2009 13:50

Postar um comentário

 

2009 ·Gol de Letras by TNB