Grêmio

Grêmio
Mais uma vitória em busca do tri!

Internacional

Internacional
A semana, a ideia de Roth, o Inter B.

Grêmio

Grêmio
Maylson garante mais uma vitória

Internacional

Internacional
O Inter estará pronto dia 16?

A vitória e a campanha eleitoral à vista

11 de out de 2010

Olá, leitores, torcedores de diferentes times do país.

O Internacional não deu chances ao Atlético Mineiro. O placar por 1X0 não resume o jogo. O Colorado finalizou mais de vinte vezes contra uma ou duas do Galo! Derley foi o grande destaque no meio-de-campo, desarmando e indo para cima dos adversários, chutando perigosamente mais de uma vez, e inclusive acertando o travessão, no segundo tempo. A expulsão de Alecsandro - discutível, mas não absurda - complicou uma partida que o Inter poderia ter decidido muito antes, principalmente pela imposição no setor onde as coisas se decidem. Kléber e Marquinhos também mostraram qualidades, trabalhando a bola pelo lado esquerdo de ataque.

O que ficou do duelo, entretanto, é o fato de o volante que voltou do Náutico, para o qual se transferiu por empréstimo, ser vítima de injustiça, se repetir atuações como a deste domingo e ceder lugar ao "espetacular" Wilson Mathias. Derley dá a impressão de que poderá anular o holandês Sneijder, no provável confronto com o Internazionale da Itália, no Torneio Mundial, em Abu Dhabi. Confiemos na inteligência do treinador Celso Juarez Roth.

Enquanto isso, a campanha eleitoral no Clube do Povo do Rio Grande começa a tomar forma. Ao que tudo indica, a Situação se dividirá. E neste contexto, algumas questões precisam resultar esclarecidas para os sócios. Uma delas: a prática de contratos longos com atletas das categorias de base não começou na chamada "Era Carvalho", mas na Gestão 2000-01, anteriormente a 2002, portanto. A direção atual seguiu, corretamente, com o procedimento. Outra: a Reforma do Beira-Rio até agora não foi conduzida da melhor maneira. Especialistas com os quais convivo no bloco político Convergência Colorada explicam que o planejamento da obra deveria observar maior rigor, o tratamento das transformações precisaria ser de um Mega-Projeto.

A Copa 2014, aliás, não pode levar o Internacional a assumir dívidas exorbitantes. Não importa que se perca o direito de sediar jogos do torneio. Esta opinião não é de poucos colorados. Se as negociações com a Fifa se complicarem, todas as correntes políticas organizadas do Clube necessitam estabelecer conversações acerca do tema. Espero que a disputa, para 150 vagas do Conselho e o Poder Executivo da Instituição, não inviabilize o processo.

0 comentários:

Postar um comentário

 

2009 ·Gol de Letras by TNB