Grêmio

Grêmio
Mais uma vitória em busca do tri!

Internacional

Internacional
A semana, a ideia de Roth, o Inter B.

Grêmio

Grêmio
Maylson garante mais uma vitória

Internacional

Internacional
O Inter estará pronto dia 16?

Perdas, temores e Aniversário do Colorado

4 de abr de 2012

Olá, leitores, torcedores de diferentes times do país.

A semana começou com falecimentos. O ex-presidente Jarbas Lima, primeiro comandante da gestão com a qual colaborei no Internacional, em 2000-01, perdeu lamentavelmente uma de suas filhas, por complicações de uma doença crônica. A ele minha solidariedade. Quem aprecia o futebol gaúcho lamenta a morte de um dos maiores nomes da História do nosso esporte: Airton Ferreira da Silva, melhor zagueiro gremista de todos os tempos (e para muitos, do Rio Grande do Sul), não resistiu a uma infecção relacionada a problemas renais.

Quando o entrevistei, no começo de minha carreira como jornalista, há mais de 15 anos, Airton me impressionou pelas opiniões fortes e a absoluta consciência do que representava para o tricolor. O "Pavilhão" manifestou uma ideia, que defenderia até o fim da vida: apesar dos torcedores da velha guarda valorizarem mais o time montado por Osvaldo Rolla, ao final dos anos 50, considerava superior o "onze" da década seguinte, que terminaria a série do Hepta Estadual. Por apresentar mais habilidade. O que revela muitíssimo do futebol que ele jogava e apreciava. Marcou profundamente como grande craque, ao lado do ponta-de-lança Gessy, o primeiro destes conjuntos e manteve o alto nível na formação inicial do segundo.

Por ironia triste, partiu na data de nascimento daquele que muitos apontam como melhor centrovante a ter vestido a camisa alvirubra: Claudiomiro Streiss Ferreira.

- X -

A vitória magra sobre o Canoas, pelo Gauchão, provocou sérios temores no Internacional a respeito de um esquema 4-4-2 com João Paulo e Jajá, insuficientes nas funções de criação, no setor onde as coisas se decidem, para encarar o Santos, pela Copa Libertadores da América.

Por este motivo, Dorival Jr. decidiu reforçar a contenção, com Sandro Silva de primeiro volante, Elton um pouco mais à frente e Paulo Tinga outra vez como articulador, ao lado de Dátolo, felizmente de volta. Guiñazu, Oscar e D´Alessandro vão fazer muita falta, não há jeito, mas talvez o argentino e o grande atleta de 2005-06 prendam com inteligência a bola e até consigam realizar triangulações com Dagoberto e os laterais, se o Inter conseguir pressionar o Peixe no próprio campo.

Sabe-se que Muricy Ramalho e a comissão técnica do alvinegro praiano estudaram o Colorado em profundidade. A tendência é favorável aos paulistas no embate desta quarta-feira, pelo enorme talento de Paulo Ganso e Neymar, além da capacidade coletiva dos companheiros deles.

-X -

E no quatro de abril são 103 anos do Internacional! Parabéns a todos nós, colorados!

Somente por esta razão, vou poupar os leitores vermelhos de um prognóstico pessimista. O confronto desta noite terminará 2X1 para o Inter.

0 comentários:

Postar um comentário

 

2009 ·Gol de Letras by TNB