Grêmio

Grêmio
Mais uma vitória em busca do tri!

Internacional

Internacional
A semana, a ideia de Roth, o Inter B.

Grêmio

Grêmio
Maylson garante mais uma vitória

Internacional

Internacional
O Inter estará pronto dia 16?

A vitória clássica e as decisões de D´Ale e Dorival

30 de jan de 2012

Olá, leitores, torcedores de diferentes times do país.

Como já me encontro em merecidíssimas férias, estou antecipando a postagem do começo da semana. Gostei do futebol apresentado pelos reservas do Internacional, sábado contra o Veranópolis, especialmente, no primeiro tempo. Elton aprovou como lateral direito (ele que pode substituir Nei na Colômbia, o qual se machucou nesta segunda-feira em treiamento), e até marcou um gol. O menino Romário teve azar, falhando e "entregando" o tento de honra da equipe da serra. Dalton, até se lesionar gravemente, superou em segurança o jovem da Seleção Brasileira Sub-20. Com o cansaço do Colorado, o adversário teve mais posse de bola e perdeu chances na segunda etapa.

Acima de tudo, Paulo Tinga dinamizou o meio-de-campo. Deu o ritmo como na melhor fase que viveu no Inter, raramente errando passes. Lógico, é preciso descontar certa fragilidade do oponente, no nível médio do Campeonato Gaúcho. Por este motivo, considero temerária a escolha de Dorival Jr. para substituir o atacante Dagoberto, pois, ao que tudo indica, ele não vai se recuperar de um problema no tornozelo até a partida de volta da Pré-Libertadores. Por que ressuscitar o esquema 4-5-1?

Com Tinga no lugar de Dago, a única vantagem que o Internacional poderá conseguir é maior poder de contenção, pelo lado direito da defesa. O controle, um ritmo melhor dosado, das ações não consistiria em outra? Talvez, mas e se o Once Caldas largar na frente? O Colorado necessita de um ou dois gols para fazer valer o placar magro de um único tento aqui. Então, com Jô ou preferencialmente Gilberto, se este se encontrar em condições, penso que o Time ficaria mais agressivo, sem correr o risco de isolar Leandro Damião, e apto a perturbar o Once Caldas, inclusive, porque - segundo declaram especialistas - a altitude na cidade do campeão da América de 2004 influencia pouco o rendimento.

- X -

A decisão de D´Alessandro, por outro lado, veio ao encontro de informação que eu havia recebido, e divulguei neste espaço. A família, o carinho da torcida e, acima de tudo, o esforço do Inter para elevar o já altíssimo salário do argentino pesaram mais do que a tentadora oferta chinesa. A curto prazo, a iniciativa do Clube fortalece o conjunto que buscará vaga no torneio continental propriamente dito. O presidente Giovanni Luigi teria utilizado, igualmente, o argumento de que se esgotariam, para o camisa 10, quaisquer perspectivas de marcar presença em alto nível no cenário futebolístico mundial, implicitamente, colocando em pauta a hipótese (remota) do gringo vestir o uniforme da Argentina, em 2014. Entretanto, não sei se o investimento se justificará. Tendo a avaliar que não.

Espero estar enganado! Quanto aos resultados de Flamengo e Internacional na competição que mais lhes interessam neste semestre, até que fui feliz nos prognósticos. O Colorado obteve um escore melhor do que eu havia vislumbrado, e o rubro-negro carioca (que segue com ambiente conturbado) um pouco pior. Vamos aos palpites, acreditando que os dois brasileiros se classificarão para a fase de grupos da Copa Libertadores da América.

Flamengo 4 X 1 Real Potosí. Se o Mengão não passar, a explicação provável será a vontade de pelo menos um grupo de atletas de derrubar o treinador "Luxa".

Once Caldas 2 X 2 Internacional. Há algum tempo, o Colorado não empata. Um escore de igualdade quarta-feira, evidentemente, merecerá comemorações.

0 comentários:

Postar um comentário

 

2009 ·Gol de Letras by TNB