Grêmio

Grêmio
Mais uma vitória em busca do tri!

Internacional

Internacional
A semana, a ideia de Roth, o Inter B.

Grêmio

Grêmio
Maylson garante mais uma vitória

Internacional

Internacional
O Inter estará pronto dia 16?

Uma derrota sem importância, mas Inter B precisa melhorar

31 de jan de 2011

Olá, leitores, torcedores de diferentes times do país.

Pois agora há pouco encontrei dois jovens do Inter B que moram no meu prédio: João Paulo e Lucas Roghia. Ambos poderiam ter entrado domingo no Gre-Nal de Rivera. Talvez mudassem um pouco os rumos da partida. O Colorado só conseguiu criar oportunidades quando Guto marcou o surpreendente gol de cabeça. Ali, o Grêmio pareceu se desnortear, e curiosamente o promissor zagueiro Mário Fernandes (que como lateral não estava bem) saiu para o intervalo afirmando que a equipe dele precisava mudar, para não levar uma goleada. Efetivamente, antes do tento do centroavante alvirubro, apenas uma oportunidade para os azuis havia sido registrada (em um outro lance, ocorreu num cruzamento um erro do zagueiro vermelho, Rodrigo Moledo, que quase fez gol contra), num jogo truncado e de forte marcação.

E o Tricolor se modificou no segundo tempo. Os históricos Roger Machado e Renato Portalupi - o treinador assistiu o clássico pela televisão em Porto Alegre - colocaram o volante W. Magrão em campo, deslocando Maílson para a ala direita. O Grêmio passou a ter a iniciativa no confronto, onde até então as melhores chances haviam sido do adversário. Muriel, de ótimas defesas, não conservou o bom desempenho na falta do gol de empate. João Paulo chamou minha atenção para o fato de que ele esperava a cobrança de um jogador destro, mas foi o canhoto Bruno Collaço quem colocou no canto direito do goleiro, que sequer foi na bola. Num momento em que o Inter B conseguiu apertar o rival no campo dele, Marquinhos - um dos melhores em campo - deixou Ricardo Goulart cara a cara com Marcelo. A falta de maturidade pesou, e o meia-atacante chutou para fora.

Depois, veio a terrível falha de Natan, com a virada gremista. O menino foi exatamente o "volante a mais". Com João Paulo ou Thiago Humberto - o técnico Enderson Moreira explicou que este último ainda não se encontra nas melhores condições físicas.....- o terceiro conjunto do Internacional mostraria melhor articulação onde as coisas se decidem, provavelmente. Entretanto, é preciso levar em conta que esta derrota não possui maior importância. O Clube está voltado para a Taça Libertadores da América. O Gauchão deve ficar realmente para o Time B, na verdade, "C". Logicamente, os titulares já entrarão em campo na quinta-feira contra o Juventude, encerrada a pré-temporada, para ganhar ritmo, visando à competição continental, mas disputarão não mais do que dois ou três jogos, antes da estréia no Equador.

O Grêmio utilizou reservas que a toda hora fazem por merecer a titularidade, caso de Adílson. A obrigação de vencer era bem mais tricolor. O que o Colorado precisa repensar passa pelo nível geral dos guris. Eles mostram bom conjunto e capacidade na marcação. Falta, entretanto, mais qualidade individual. Mesmo Muriel, o melhor entre os garotos, ainda não parece pronto. E isso para uma agremiação que reúne meia-dúzia de tmes, 65 jogadores, não chega a ser um indicador satisfatório.

0 comentários:

Postar um comentário

 

2009 ·Gol de Letras by TNB