Grêmio

Grêmio
Mais uma vitória em busca do tri!

Internacional

Internacional
A semana, a ideia de Roth, o Inter B.

Grêmio

Grêmio
Maylson garante mais uma vitória

Internacional

Internacional
O Inter estará pronto dia 16?

O Internacional "castelhano"

25 de jan de 2011

Olá, leitores, torcedores de diferentes times do país.

Das últimas 20 edições da Taça Libertadores da América, 16 tiveram a presença de times brasileiros nas finais. 80%! Claro que houve grandes "esquadrões" do Uruguai e da Argentina até a década de 90 na competição (1991-2000), mas o domínio do nosso país, através do São Paulo, começa quando a Conmebol institui o exame anti-doping no torneio. Uma simples coincidência? Parece difícil acreditar.

Fato é que a mística acerca dos jogadores "hermanos", muitíssimos de ótima qualidade, não se discute, se perpetuou nas bandas do sul. O Internacional, agora Bi-Campeão da Copa Libertadores, por exemplo, segundo informações, quer realmente reforçar o sotaque castelhano do conjunto orientado por Celso Juarez Roth. O volante Mario, da Seleção Argentina, atualmente no futebol italiano, estaria em negociações adiantadas com a diretoria colorada. Guiñazu, por outro lado, estaria se aproximando do momento de arrumar as malas, para ir rumo a muito longe do Beira-Rio.

Cavenaghi, companheiro de D´Alessandro na época de River Plate, chega nesta quarta-feira para reforçar o ataque. O ex-centroavante do selecionado duas vezes campeão do planeta não andava atuando com regularidade na Espanha, mas tem um currículo respeitável. Com as lesões graves de Bolívar (terá que passar por artroscopia) e Rafael Sóbis (problema muscular na perna), se acontecerem realmente os negócios, o Inter iniciará bem diferente a temporada 2011.

Uma outra projeção para o começo do ano: Lauro (Muriel, Agenor ou Renan, eis uma posição completamente aberta....), Ney, Sorondo (um castelhano que se naturalizou brasileiro), Rodrigo e Kléber; Mario, Augusto (ou Elton, o jovem que mais se destacar no Time B.....), Paulo Tinga e D´Alessandro; Zé Roberto e Cavenaghi. Se esta equipe iria longe na competição continental, é difícil prever. O Fluminense vem com muita força e moral. O Grêmio perdeu surpreendentemente Jonas, para o futebol europeu. O Cruzeiro tem mostrado ótimo conjunto. O Corinthians talvez dependa excessivamente dos veteranos. O Santos.....bem, o Peixe se apresenta como o grande favorito da disputa. Vide a média superior a 3 gols por partida no Paulistão, o mais exigente dos estaduais.

E parabéns aos flamenguistas pelo título da copinha, arrebatado com justiça.

1 comentários:

Raul Joaquim de Freitas Júnior disse...

Caro Marcelo: Temos, ainda, o lateral Bustos, de permanente fraco desempenho, que também fala "castelhano" e que transforma o Colorado, confirmadas as chegadas de Cavenaghi e Bolatti (um jogador argentino que não em apelido) ou Facundo Píriz, no time brasileiro com mais estrangeiros (seis).

26 de janeiro de 2011 23:06

Postar um comentário

 

2009 ·Gol de Letras by TNB