Grêmio

Grêmio
Mais uma vitória em busca do tri!

Internacional

Internacional
A semana, a ideia de Roth, o Inter B.

Grêmio

Grêmio
Maylson garante mais uma vitória

Internacional

Internacional
O Inter estará pronto dia 16?

Dias históricos para o Colorado

7 de dez de 2010

Olá, leitores, torcedores de diferentes times do país.

Hoje é uma data histórica para o futebol gaúcho. Há 35 anos, o Internacional de Figueroa, Falcão, Paulo César Carpegiani, Lula e Valdomiro, batia por 2X0 o Fluminense de Marco Antônio, Paulo César Lima, Gil e Rivelino, em pleno Maracanã, na semifinal do Brasileirão 1975 e garantia pela primeira vez um Time gaúcho na Copa Libertadores da América. Depois, o primeiro título além-divisa importante, na inesquecível decisão contra o Cruzeiro! Na atualidade, é o Flu o campeão brasileiro. Renovo meus parabéns aos tricolores cariocas.

Há três décadas e meia, entretanto, no maior estádio do mundo, o emblema: um Time forte na marcação e jogando muito, mas muito mesmo, com a bola. Os gols, de Lula e Paulo Cés(z)ar, mostram a combinação de harmonia coletiva e categoria individual. Que constitua uma grande inspiração para o atual Colorado, que parte amanhã rumo ao Torneio Mundial, em Abu Dhabi, não sem antes assistir ao filme sobre a segunda conquista da América com a torcida, no Gigante da Beira-Rio.

Fora de campo, no sábado, Giovani Luiggi foi escolhido como Presidente da Instituição com quase 78% dos votos de 16 mil e 900 sócios, a maior eleição da História de um Clube no Brasil. Boa sorte a ele e tomara que efetivamente profissionalize a gestão, conforme algumas informações dão conta. A chapa para quem fiz campanha, na luta para qualificar e equilibrar um pouco mais a correlação de forças no Conselho, ficou em segundo lugar, com o expressivo apoio de um em cada quatro sócios: 26% e 39 vagas obtidas sobre 150! Superou o agrupamento que apresentou a candidatura presidencial de Pedro Affatato em 11 pontos percentuais, aproximadamente.

O grupo que preparou um plano de gestão para o Inter se fortalece como referência e um coletivo organizado capaz de pensar como o Clube pode ser ainda mais democrático e o futebol continuar vitorioso, acrescentando títulos que andam em falta (o Brasileirão em particular), através do debate, da pluralidade de idéias! A idéia de contratar um Chefe Executivo para toda a Instituição (Luigi estaria negociando com um competente ex-secretário da Fazenda do Rio Grande do Sul) está presente no programa do Movimento Convergência Colorada. É auspicioso que boa parte do quadro social tenha entendido perfeitamente a necessidade de manter promissores jovens - e lideranças nem tão jovens assim - no Colegiado do Internacional.

0 comentários:

Postar um comentário

 

2009 ·Gol de Letras by TNB