Grêmio

Grêmio
Mais uma vitória em busca do tri!

Internacional

Internacional
A semana, a ideia de Roth, o Inter B.

Grêmio

Grêmio
Maylson garante mais uma vitória

Internacional

Internacional
O Inter estará pronto dia 16?

A Vitória Inusitada e o Pós-Melhor Jogo do Brasileirão

24 de set de 2010

Olá, leitores, torcedores de diferentes times do país.

Mais uma vez, confirmou-se o princípio de que as vitórias por 3X2 são as inusitadas, por excelência! Acima de tudo, Internacional e Corinthians protagonizaram, provavelmente, o melhor jogo do Campeonato Brasileiro de 2010. O panorama evoluiu para isto depois que o Colorado abriu o placar, no primeiro tempo, com Paulo César Tinga. Até o lance, graças igualmente ao talento de D´Alessandro, bem sucedido, salvo engano, a partida tivera mais impedimentos do que faltas graves cometidas pelas equipes, embora sem chances claras.

Inter e Coringão apresentaram ótimo toque de bola em diversos momentos, sem renunciar à marcação. Realizaram infiltrações, viradas de jogo e triangulações perigosas. O Internacional perturbou constantemente a zaga adversária, que temerariamente usava a tática do impedimento, embora tenha dado um pouco menos de trabalho ao goleiro oponente; o Corinthians acertou duas vezes o travessão, pressionando em um duelo que perdeu, como poderia vencer, ou no qual não se configuraria uma injustiça se sustentasse o empate, como pareceu que conseguiria, após a penalidade máxima originada por uma má saída de Renan, que não resolveu o lance.

A sensação no Gigante da Beira-Rio era de que alguma coisa ainda poderia acontecer antes que o árbitro apitasse o final do embate. E aconteceu! Alecsandro, que voltara muito bem, foi para cima dos zagueiros do Timão, sofrendo a falta que, destinada a Andrezinho, resultaria em gol. Claro que houve o desvio na barreira, mas o futebol é exatamente assim, constituído por acertos e erros, pequenas doses de sorte e azar.

Na equipe paulista, Jucelei, Elias e Jorge Henrique se destacaram. No Internacional, Sorondo provou ser substituto eficiente para qualquer um dos zagueiros, Guiñazu foi múltiplo, como quase sempre, e D´Alessandro está realmente merecendo integrar a Seleção Argentina. Por curiosidade: como na preliminar, válida pelo Campeonato Nacional Sub-23, o Inter somou mais quatro gols, fica definitivamente caracterizado que 26 de setembro (data de aniversário do grande cronista colorado Luís Fernando Veríssimo.....) é dia de arrasar mosqueteiros: em 1954, se impôs por 6X2 ao tradicional adversário, no Festival de Inauguração do estádio Olímpico.

A lamentar, a prolongada ausência de Paulo Tinga, por nova lesão muscular. É hora do grupo do Internacional comprovar a qualidade, como ressaltou o treinador Celso Juarez Roth. Se vencer o Palmeiras, ainda que não conte com o "rastafari" meio-campista, D´Alessandro, Nei e Índio, suspensos, a perspectiva melhorará, e muito, até que lentamente o foco se mova para o Torneio Mundial em Abu Dhabi. Os adversários da ponta da tabela também não terão vida mansa. Ela não existe na mais difícil competição futebolística do planeta.

0 comentários:

Postar um comentário

 

2009 ·Gol de Letras by TNB