Grêmio

Grêmio
Mais uma vitória em busca do tri!

Internacional

Internacional
A semana, a ideia de Roth, o Inter B.

Grêmio

Grêmio
Maylson garante mais uma vitória

Internacional

Internacional
O Inter estará pronto dia 16?

Tempo de Colher

6 de set de 2010

Passar os últimos cinco anos lutando contra o dragão do rebaixamento tem pontos positivos e negativos. Muitos clubes brasileiros não conseguiram isso, foram rebaixados. O mundo do futebol repete a vida, é uma roda gigante onde a fase dentro das quatro linhas é um espelho de sua administração.
Os últimos anos foram complicados para o Atlético em todos os níveis, afinal não é fácil manter a receita de um clube no azul.
Problemas com patrocínios, contratações que não vingaram, problemas trabalhistas, problemas políticos, eleições mal resolvidas... promessas mal cumpridas... E quem mais sofre é o torcedor.
Claro que a mudança de postura em campo, de igual forma, vem - embora de forma oculta - também fora de campo. Todos os jogadores, embora recebendo salários diferentes, estão começando a se adaptar de fato a política de Carpegiani. As escalações antes da partida, as modificações durante a partida. Os métodos e formações táticas. Tudo. Não sei dizer se a diretoria de futebol tem ligação com essa questão, mas os resultados finalmente estão aparecendo.
Óbvio que não temos que tirar isso como impressão para o resto do campeonato, mas empolga, nos faz adquirir confiança, e acreditar que podemos nessa virada de turno buscar por uma posição mais digna lá no final.
O jogo foi aquele drama de sempre. Antônio Lopes é um velho conhecido, e tem confiança total do elenco e da torcida avaiana. E quando tudo se encaminhava para um 0x0 que seria até um lucro enorme, uma vez que Leandro conseguiu bater o novo recorde mundial em cartões amarelos por minuto, sendo exlpulso antes mesmo que os outros zagueiros se acostumassem com a presença deles alí.
Fato é que, nem sei se devo chamar de sorte... Mas, como toda a mídia tá apontando como se fosse, vou reforçar a idéia.
Como numa jogada de sorte, cai exatamente no pé de Maikon Leite uma bola cabeceada da intermediária Avaiana, depois de cobrado tiro de meta.
Como por sorte, a bola, após sair do pé direito de Maikon, bate no pé do defensor, confundindo o bom goleiro do time da casa.
E como por sorte, foi o último lance do jogo. Dando números finais a partida.
A cinco jogos o Furacão não perde. De quinze pontos disputados, doze foram conquistados. Pura sorte.
Agora, pegamos o time da moda, nos nossos domínios! Tudo para começar muito bem o returno!
Eu to no pique, e quero mais, e você?
Sempre Furacão.
(foto: Blog Espaço Atlético)

0 comentários:

Postar um comentário

 

2009 ·Gol de Letras by TNB