Grêmio

Grêmio
Mais uma vitória em busca do tri!

Internacional

Internacional
A semana, a ideia de Roth, o Inter B.

Grêmio

Grêmio
Maylson garante mais uma vitória

Internacional

Internacional
O Inter estará pronto dia 16?

A incrível tendência a complicar as partidas

7 de jun de 2010

A parada para a Copa do Mundo não poderia ter vindo em hora melhor. Isso tudo porque, aquele time objetivo na frente e coeso atrás, que vimos no Campeonato Carioca e no início do Brasileirão parece ter desaparecido. Ou melhor, a bendita sorte que o time carregou durante os primeiros meses do ano se foi de repente, e a partir daí começam a se evidênciar as falhas do time.
Para variar um pouco, o Botafogo saiu perdendo. Jogava bem melhor que o Corinthians quando Bruno César aproveitou uma bela escorregada do Alessandro e cortou Antônio Carlos para fazer 0 x 1. A torcida que tanto apoiou, começou a perder a paciência com os constantes erros de passes. Numa falta muito boa ainda no final do primeiro tempo, a bola claramente bateu na mão do jogador do Corinthians. Pênalti não marcado pelo árbitro, que até foi muito bem, mas em um jogo complicado desses, um pênalti poderia decidir a partida. E o primeiro tempo terminou, com a frustração estampada no rosto de qualquer botafoguense que você encontrasse.
O segundo tempo foi muito melhor. Partida corrida e bem jogada pelo Botafogo até os 35 minutos do segundo tempo. E a "culpa" dessa melhora se deve a três jogadores em especial. Renato Cajá, Lucio Flavio e Marcelo Cordeiro. O primeiro, apesar de ter errado muitos passes bobos, fez o gol de empate logo no início do segundo tempo, que colocou fogo na partida. O segundo, foi sem explicação. Se olharem os últimos jogos do Botafogo, dá para perceber uma evolução muito grande no futebol do Lucio Flavio. Está jogando bem e regularmente. Pena que o time não está acompanhando o crescimento dele. E o Marcelo Cordeiro não pode ficar no banco nunca. É um jogador importantíssimo, e que parece também não sentir pressão quando o jogo esquenta. Acorda Joel. Somália no lugar é do Alessandro, e deixa o Cordeiro quietinho ali, fazendo o dele!
O gol da virada saiu em um contra-ataque puxado pelo Marcelo Cordeiro. Depois de uma falta mal cobrada por Roberto Carlos, ele roubou a bola e avançou. Lucio Flavio ( pasmem! ) e Renato Cajá acompanharam a jogada. E em um passe milimétrico, ele deixou o nosso camisa 10 na cara de Felipe. Foi só chutar de primeira. 2 x 1. E a improvável virada, sacramentada por alguns narradores aconteceu.
Para ficar completo porém, os últimos minutos de partida poderiam nem mesmo ter acontecido. Uma retranca de arrancar o coração de qualquer um, resultou na volta do "gol tomado no último minuto de partida". Impressionante! Não deu para acreditar na falha de Danny Moraes aos 48 do segundo tempo, deixando Paulo André subir sozinho para cabeçear. Jefferson nada podia fazer. Botafogo 2 x 2 Corinthians!
"Entregamos o jogo, e por isso foi um empate com sabor de derrota" disse Leandro Guerreiro ao final da partida. Nenhuma outra frase traduziu melhor a partida. Mas agora é parar, e não só descansar, mas aproveitar para corrigir os inúmeros erros. Não acho que o nosso ataque esteja mal ( tirando na partida contra o Cruzeiro ), e sim que a defesa está péssima. Time que quer estar no G-4 não pode levar tantos gols assim. Então é rearrumar a cozinha para a partida contra o Flamengo, válida pela 8ª rodada do Brasileirão 2010, que será dia 14 de julho!
A "tática do silêncio" adotada pela diretoria alvinegra quanto as contratações de Jobson e Maicosuel já está passando dos limites. São meses e meses de negociações e nada até agora. O prazo para a compra de Maicosuel teria acabado ontem. Então ele já está certo não é? Ninguém sabe informar. Apenas que "já está tudo muito bem encaminhado". Isso todo mundo já escuta desde que as negociações começaram. Resta esperar. Mesma coisa para o Jobson!
Serão 10 dias de folga agora e depois reapresentações, treinamentos, jogos-treino e tudo o que uma pré-temporada tem de melhor. Terminamos o período pré-Copa com 9 pontos, 5 abaixo da ideia inicial de Joel Santana. Portanto é correr atrás dos pontos desperdiçados já na oitava rodada. E nada melhor do que uma vitória em cima do Flamengo para levantar de novo a moral do time não é? Afinal, esse ano foi o que aconteceu quando nos encontramos com eles!
Agora é concentrar as forças no Brasil, porque esse sim vai precisar de MUITA. Se existe um técnico mais retranqueiro que o Joel esse cara é o Dunga. A diferença é que ele tem jogadores muito mais qualificados para compor o sistema defensivo! Mas lembrando sempre que mesmo com a Copa do Mundo rolando, nós Botafoguenses, não deixaremos de "viver a nossa paixão", nunca!

Saudações alvinegras a todoos ;*

0 comentários:

Postar um comentário

 

2009 ·Gol de Letras by TNB