Grêmio

Grêmio
Mais uma vitória em busca do tri!

Internacional

Internacional
A semana, a ideia de Roth, o Inter B.

Grêmio

Grêmio
Maylson garante mais uma vitória

Internacional

Internacional
O Inter estará pronto dia 16?

Chuva de gols

15 de abr de 2010


O profeta Marcos Roberto Silveira Reis (para quem não conhece, é o Marcos, goleiro do Palmeiras), em setembro do ano passado, quando o seu time foi derrotado pelo Vitória no Estádio Manoel Barradas, ao ser entrevistado sobre o jogo, afirmou:
"Pode pegar aí os melhores, pega aí o Manchester United, bota pra jogar contra o Vitória lá na Bahia pra ver se não vai levar sufoco."
Se o seu até então lider do Campeonato Brasileiro de 2009 Palmeiras levou sufoco, Marcos, se o Manchester United ou até mesmo, diria eu, o Barcelona de Messi levariam sufoco do Vitória no Barradão, o que dizer do esnobe Goiás, que, talvez por desinformação, tenha poupado dois de seus principais jogadores para enfrentar o Leão da Barra no jogo de ida das oitavas de final da Copa do Brasil?
Será que não avisaram à comissão técnica da equipe esmeraldina que o pior resultado do Vitória este ano em casa pela Copa do Brasil tinha sido um magro 4x0 contra o Corínthians Alagoano e que o Náutico só perdeu de 5x0 porque Ramon e Viáfara desperdiçaram cobranças de pênaltis?
E, de fato, o claudicante Vitória do campeonato baiano se transforma quando joga no Barradão, especialmente na Copa do Brasil. E ontem não foi diferente: a partida que tinha tudo para ser o grande desafio do ano para o Vitória se transformou numa fácil goleada por 4x0 em cima do Goiás, que só não passou por um vexame maior devido a algumas boas defesas do goleiro Harlei.
O time inteiro se apresentou muito bem. Até Bida, que ontem completou 200 jogos pelo Vitória, demonstrou vontade e competência, fazendo, inclusive um belo gol de falta. Mais dez atuações iguais à de ontem e eu te perdoo pelas outras 199, tá Bida?
Fernando foi outro bom destaque. Para quem fazia sua re-estreia, depois de muito tempo afastado dos gramados, o meia demonstrou que pode ajudar bastante este ano, assim que estiver 100% em forma.
Ramon, Elkeson e Júnior parecem cada vez mais entrosados. Vanderson voltou a demonstrar bastante segurança na frente da zaga. Viáfara foi bem seguro quando foi exigido. Neto Berola, quando entrou, trouxe mais movimentação e velocidade ao time. Enfim, foi uma noite em que tudo funcionou muito bem.
Ricardo Silva conseguiu calar a boca de todos que o criticavam (inclusive eu) e demonstrou, durante a partida e nas entrevistas pós-jogo, ter amadurecido bastante como treinador e ter o time nas mãos.
A torcida está de parabéns pois compareceu em número razoável ao Barradão, mesmo com todas as dificuldades impostas pela tempestade que castigou a já caótica Salvador na véspera, e apoiou a equipe do início ao fim.
Agora é ter inteligência e saber explorar as deficiências do Goiás no jogo de volta, para assegurar a classificação, já que todos estão com o "quase desastre" do Mineirão no ano passado bem fresquinho na memória.
Avante, Leão!

0 comentários:

Postar um comentário

 

2009 ·Gol de Letras by TNB