Grêmio

Grêmio
Mais uma vitória em busca do tri!

Internacional

Internacional
A semana, a ideia de Roth, o Inter B.

Grêmio

Grêmio
Maylson garante mais uma vitória

Internacional

Internacional
O Inter estará pronto dia 16?

Mais três pontos na conta

5 de mar de 2010


A rotina de ganhar dos pequenos se repetiu. Em dia de rodada dupla no Engenhão, a partida do Botafogo ficou para as 21:50, o que não agradou ao público, que pouco compareceu ao estádio. Mas nada que indicasse algum atrito da torcida com o time. É que sair de casa em uma quinta a noite de frio no Rio de Janeiro para assistir a um jogo contra o modesto Duque de Caxias não é muito agradável.
O Botafogo entrou em campo e fez um bom primeiro tempo somente no que diz respeito à jogadas ofensivas. A defesa estava exposta demais, além de muito sonolenta. Não foi atoa que na primeira chegada do Duque de Caxias Jefferson teve que fazer uma bela defesa, mas na jogada seguinte, a zaga parou, literalmente. Assim ficou muito fácio para Marcelo, que não é o Cordeiro, marcar a favor do time visitante. Botafogo 0 x 1 Duque de Caxias!
Depois do gol o Botafogo resolveu "acordar" em campo. Entre aspas mesmo, porque foram só alguns jogadores que conseguiram essa proeza durante a partida toda. Herrera, sempre guerreiro em campo, não desistia da bola mais difícil. Um belo exemplo para o Lucio Flavio, que mais uma vez não conseguiu fazer uma boa partida. Mas entre chances desperdiçadas e boas defesas do goleiro que tem o nome do presidente mais populista que o Brasil já teve, Caio apareceu.
Sendo atropelado a cada lance que ele tocava na bola, o garoto foi a linha de fundo e cruzou para Herrera, que foi derrubado na área. Pênalti claro. O próprio Herrera cobrou e fez o gol de empate. O time se animou no fim e foi para cima, levando perigo ao gol de Getúlio Vargas. Mas a primeira etapa terminou empatada.
No intervalo eu cheguei até a pensar que Joel tiraria o Lucio Flavio, Eduardo e Wellington. Doce ilusão. O time voltou o mesmo para o segundo tempo. Porém, com uma defesa mais exposta do que no início do jogo, o Duque de Caxias se descontrolou quando o talismã resolveu partir para cima. Detalhe, até neste exato momento ele já tinha conseguido pendurar a zaga do Duque quase toda.
O garoto precisou de apenas alguns minutos para resolver a partida. Foram dois pênaltis cometidos nele. Os dois cobrados por Herrera, que errou um e acertou o outro. O prestígio do atacante é tanto que até quando ele errou o pênalti teve seu nome gritado pela torcida. É sem dúvida o destaque positivo do Botafogo ao lado do Caio.
Jancarlos também não fez uma boa partida e fez até começar a pensar que o Alessandro faz um falta tremenda ali. Eduardo já não dá mais, perdeu quase todas a divididas e ainda errava passes bobos. Fábio Ferreira e Wellington estavam bem dispersos. Fahel era o melhor da defesa ( acredite que isso é muito complicado de admitir ). Leandro Guerreiro também não fez sua melhor partida. E o Marcelo Cordeiro ficou preso demais na defesa hoje, aparecia bem nas bolas paradas, mas somente assim.
Com a vantagem no placar, Joel pedia desesperadamente para tocarem mais a bola e segurarem o resultado. Caio fez ainda Mayaro meia do Duque de Caxias ser expulso, completando ainda com bolas perigosas ao gol adversário. Somália, Loco Abreu e Sandro Silva entraram nos lugares de Jancarlos, Eduardo e Lucio Flavio.
As alterações foram boas. Somália se apresentou bem. Loco Abreu fez o que podia após chegar pouco antes da partida começar e Sandro Silva não comprometeu, porém não deu para ter uma ideia de como ele vai jogar. No mais, com belas defesas de Jefferson o jogo foi encerrado. Botafogo 2 x 1 Duque de Caxias!
Só uma pequena observação. Loco Abreu que chegou pouco antes da partida começar, se apresentou ao grupo já no Engenhão e ainda quis jogar. Quanta diferença não é Adriano? Depois ainda falam que é implicância minha.
Mais três pontos na conta e domingo sim teremos um jogo de verdade. Clássico contra o Fluminense no Maracanã. E a vamos comparecer em peso para apoiar esse time, que nos momentos de mais dificuldade tem se superado. Mesmo com a péssima atuação de hoje nada justificaria um Maracanã vazio. Afinal, quem tem que temer alguma coisa é o tricolor carioca, porque já estamos na final, eles ainda não.
Fizemos o dever de casa hoje, em um dia especial principalmente para o Joel Santana, que completa 100 partidas comandando o Botafogo. Parabéns Joel, que essa parceria continue dando muito certo para o escudo mais lindo do mundo e consequentemente para você. E vamos com tudo para cima do Fluminense!

Saudações alvinegras a todoos ;*

0 comentários:

Postar um comentário

 

2009 ·Gol de Letras by TNB