Grêmio

Grêmio
Mais uma vitória em busca do tri!

Internacional

Internacional
A semana, a ideia de Roth, o Inter B.

Grêmio

Grêmio
Maylson garante mais uma vitória

Internacional

Internacional
O Inter estará pronto dia 16?

Ainda o esquema colorado e o caso Walter

8 de mar de 2010

Olá, leitores, torcedores de diferentes times do país.

Pois o Internacional, com maioria de reservas e alguns titulares acrescentados no segundo tempo, jogou para o gasto em Ijuí, vencendo o São Luiz, um dos melhores times do Campeonato Gaúcho, com um único gol, numa deixada inteligentíssima de Andrezinho, (o chamado corta-luz) após uma jogada que começou com boa roubada de bola e culminou na conclusão de Eltinho. O lateral que veio do Avaí, aliás, mostrou alguma qualidade substituindo Kléber.

Agora, tudo se volta para a Taça Libertadores da América e o compromisso de dificuldade aumentada pelo fator da altitude, em Quito, contra o Deportivo local. O discurso de alguns atletas colorados já é de não atribuir demasiada importância às alturas em relação ao mar. Para além dos aspectos fisiológicos, conta-se com a psicologia, no sentido da superação, com valorização da posse de bola e solidez defensiva com três zagueiros. Jorge Fossati e o staff do departamento de futebol têm a convicção de que o esquema que assegura isso é o 3-4-1-2, ou, voltando D´Alessandro - que ficará na reserva, devido à falta de melhores condições físicas -, um 3-4-2-1.

A perspectiva do Inter contar com apenas um atacante neste ano está desenhada, principalmente, após o caso Walter. O episódio é constrangedor, e pouparei de detalhes os apreciadores de nosso blog de outros estados. Resumidamente, uma entrevista em que o técnico uruguaio dizia (após a vitória contra o Emelec, quando o menino fez a assistência no lance que definiu a virada.....) que o jovem atacante tinha que se dedicar mais aos treinos, somada à insatisfação com o salário, num contexto de dificuldades financeiras da família, depois da direção se negar a vendê-lo a um clube de Portugal, foi a gota d´água para que durante uma semana o rapaz simplesmente ficasse em seu apartamento, no mesmo bairro onde moro, se recusando a treinar. Voltou ao Gigante da Beira-Rio somente hoje, e a diretoria, em conjunto com o treinador, já avisou que ele retornará ao Time B, e seus vencimentos terão descontos, pelos dias parados sem justificativa.

Como jornalista, não me lembro de qualquer acontecimento semelhante no Rio Grande do Sul, ou em Porto Alegre. Ouvi dois profissionais da crônica esportiva, mais velhos, que trabalham em rádio, comentando a mesma coisa. Walter não "pinta" como um craque. Tem potencial inegável, entretanto, para se tornar um ótimo atacante, acima da média. As limitações psicológicas e culturais, porém, ameaçam muito a carreira do atleta. Em entrevista, declarou que o único motivo do "fim do exílio" era o contrato em vigor. Ainda assim, não faltam defensores de medidas mais brandas, sem que ele seja afastado do grupo principal, para valorização futura e......porque pode assumir a vaga de titular no ataque, ao lado do Alecsandro.

O imbroglio propicia boa reflexão sobre as diferenças do que se paga a jogadores mais "rodados", experientes, em relação ao que se garante para os chamados "pratas da casa", iniciantes. Vale lembrar que nos clubes grandes (não é a realidade da imensa maioria de atletas de outras agremiações) os meninos recebem salários bem superiores à massa de trabalhadores brasileiros. Enfim, apesar de uma visão crítica sobre o grupo dirigente colorado, penso que qualquer decisão tomada apresentará vários prós e contras. Resta esperar que seja a melhor para o Internacional e também, humana e profissionalmente, para Walter.

A presença feminina nos estádios constitui uma prova importante de que, apesar dos pesares, ocorreram importantes avanços culturais no Brasil, nestas últimas décadas. Saudações especiais às colegas de blog e a eventuais leitoras pelo Dia da Mulher! O martírio das operárias assassinadas nesta data em Nova York, no Século 19, não foi, e nem será em vão.

0 comentários:

Postar um comentário

 

2009 ·Gol de Letras by TNB