Grêmio

Grêmio
Mais uma vitória em busca do tri!

Internacional

Internacional
A semana, a ideia de Roth, o Inter B.

Grêmio

Grêmio
Maylson garante mais uma vitória

Internacional

Internacional
O Inter estará pronto dia 16?

Bicampeão da Taça Guanabara

21 de fev de 2010


25 dias de trabalho. Esse foi o tempo que o Joel Santana precisou para deixar um time pronto para decisões. E esse título de bicampeão da Taça Guanabara veio exatamente para coroar esse belo trabalho. Antes mesmo de relatar a partida, farei coro ao milhões de botafoguenses: "Obrigada Joel".
E o Vasco? Bom, mais uma vez ganha muito bem do Botafogo quando nada vale, e na decisão mesmo, não consegue vencer. E dessa vez o favoritismo para o lado da cruz de malta foi absurda. Mas futebol é mesmo fascinante por isso. Favoritismo não ganha jogo e esse ano já deixamos isso bem claro não só na final, mas na semi-final também.
O jogo começou democrático. Em nenhum momento do primeiro tempo um time se sobressair ao outro. Por mais que Vasco e Botafogo tenham tentado levar perigo ao gol de Jefferson e Fernando Prass, o peso de estarem na final foi determinante para que, a primeira etapa, terminasse 0 x 0.
Para o segundo tempo, Vagner Mancini optou por tirar Léo Gago, que estava bem sumido do jogo, e colocar Magno, que vinha entrando bem nas partidas. Joel Santana preferiu continuar com a mesma equipe. E com isso, a partida começou a ser monopolizada pelo Vasco, que tinha jogadores com mais qualidade técnica.
Vendo isso, Joel decide colocar o Caio em campo no lugar do Lucio Flavio. Com a torcida gritando seu nome, o garoto resolveu retribuir. Não com gols, mas sendo mais uma vez importante para a melhoria da qualidade técnica do nosso meio. O Lucio está deixando a desejar muito ainda neste ano.
E o primeiro gol veio em uma cobrança de escanteio batida pelo Marcelo Cordeiro, que até então não tinha feito uma boa partida, Fábio Ferreira subiu e colocou a bola para o fundo da rede. Não foi a sua melhor cabeçada, mas o Prass saiu muito mal na bola. Porém, o que vale é o gol. 25 minutos do segundo tempo, Vasco 0 x 1 Botafogo!
Pouco tempo depois, a situação do Vasco piorou. Em uma jogada infantil, Nilton parou com uma falta violenta o contra-ataque que já ia ser puxado pelo Caio. Resultado? Cartão vermelho.
Com menos um, o Botafogo, que já havia melhorado, resolveu partir para selar a vitória. E aos 39 minutos o segundo gol saiu. Titi, fez pênalti em cima de Abreu, e ainda recebeu o segundo amarelo e depois o vermelho. O próprio Abreu cobrou e saiu para comemorar junto com a torcida. Vasco 0 x 2 Botafogo!
O Vasco se abateu em campo, e com dois a menos por pouco não levou o terceiro. Mas fim de jogo. Um 0 x 2 com sabor de goleada. Afinal o que vale mesmo é o poder de decisão de um time, e não a capacidade de golear em jogos que valem "apenas três pontos".
Esse time está muito longe de ser bom o bastante. Mas foi o que tínhamos para jogar a Taça Guanabara. Precisamos de reforços sim. Principalmente para o meio de campo e essa é a hora de contratar REFORÇOS. Foi bom mostrar para todos o quanto brilha a estrela solitária? Isso foi. Mas é só uma parte do que precisamos para sermos Campeões Carioca.
Focar na Copa do Brasil. Essa será nossa próxima meta. Com os novos nomes já podendo ser inscritos, o Botafogo terá a força necessária para eliminar a surpresa que tivemos lá no Pará.
Porém, primeiramente teremos o nosso próximo jogo no domingo contra o Americano, válido pela Taça Rio, para mais um jogo em que a superação deverá prevalecer. Ser botafoguense é isso mesmo, criticar quando preciso, mas apoiar sempre. E mais uma vez provamos que na hora da verdade mesmo, o manto Glorioso pesa!

Saudações alvinegras a todoos ;*

Vejam também a versão vascaina da história.

3 comentários:

Lílian Alcântara disse...

Nossa, gostei muito deste texto. Mesmo!
Contornando os eufemismos que eu pretendia usar ele foi um modo "elegante" (não curto esta palavra) de falar "foda-se Vasco, foda-se Flamengo! Botafogo Campeão!" haha.

Mas eu tenho uma dúvida, não acompanho o Botafogo de perto pra saber qual é o elenco, ou as opções táticas. Mas, depois de todos estes seus textos... por que diabos o Caio ainda joga no banco?

21 de fevereiro de 2010 23:51
Julinha disse...

Eu entendo mesmo que todo mundo agora queira o Caio no time Lílian, mas ele resolve mais quando entra no segundo tempo. É como se fosse uma arma tática do Joel..
Ele já jogou de titular em um jogo, no lugar do Herrera, mas não conseguiu a mesma mobilidade em campo, por isso o Joel prefere ir com calma com o garoto. Mas se ele continuar deste jeito será inevitável dele não ficar no time titular.. tem muito a crescer ainda!

22 de fevereiro de 2010 00:08
Fabrício Mazzone disse...

Não quero tirar o mérito alvi negro, porém o que mais adimiro no Joel Santana é fazer esse time do Botafogo campeão, depois desse feito, eu passo a respeita lo com dignidade, porém vamos com calma já que esse time do Botafogo inspira confinaça zero!!!
Parabéns!!!

22 de fevereiro de 2010 12:46

Postar um comentário

 

2009 ·Gol de Letras by TNB