Grêmio

Grêmio
Mais uma vitória em busca do tri!

Internacional

Internacional
A semana, a ideia de Roth, o Inter B.

Grêmio

Grêmio
Maylson garante mais uma vitória

Internacional

Internacional
O Inter estará pronto dia 16?

O título quase perdido e o Maracanã, domingo

18 de jun de 2009

Olá, leitores, torcedores de diferentes times do país.

No grupo de sócios e conselheiros colorados, do qual participo, sou conhecido como um adepto do princípio de que "Pessimistas só têm boas surpresas". Com isto, todos vocês já entenderam o título deste texto. O Corínthians, embora as chances de gol do Internacional, mereceu a vitória por 2X0, um placar que encaminha muitíssimo bem a conquista desta Copa do Brasil. Era mesmo jogo para poucos gols. A inteligência de Mano Menezes organizou uma marcação severa, com imposição, inclusive, no próprio campo do adversário, escoheu um competente substituto para André Santos e apareceu na maneira como o "timão" trabalhou a bola, tanto pelos lados como no meio-de-campo.

É impossível que o Colorado reverta a vantagem corintiana? Obviamente, não. Para isto, entretanto, creio que, não necessariamente nesta ordem, Magrão, Guiñazu, D´Alessandro e Nilmar (a única ausência que merece ser lamentada ontem.....Carlos Caetano Dunga ficou devendo esta ao Clube que o projetou.....), na noite de primeiro de julho, em Porto Alegre, precisam fazer uma partida seriamente candidata à melhor de suas vidas. Do contrário, o treinador deste que é um dos times mais populares do Brasil vai comemorar pela segunda vez em quatro anos um título no Gigante da Beira-Rio. O grande problema está no regulamento da Copa do Brasil. O Inter pode alcançar um desempenho espetacular e o duelo, por exemplo, acabar em 3X1. Paciência. Quem mandou não aproveitar as oportunidades na noite desta quarta-feira, em S. Paulo?

Com este pensamento, gostaria muito que aumentasse a quantidade de titulares utilizados no Campeonato Nacional. O Maracanã seria um belo palco para uma reabilitação. Claro que os atletas em piores condições não deveriam jogar, mas por que não investir em uma formação com, digamos, seis titulares? Afinal, a equipe de Adenor Tite ambiciona, merecidamente, a liderança na mais importante competição do país. E trará uma alegria muito maior conquistar o Brasileirão (olha aí eu já me consolando.....) do que este torneio no qual, parece, um mosqueteiro vai se aproximar do outro em número de títulos.

O Mengão? Com a crise administrativa eterna que vive o "mais querido", uma incógnita. Ah! Outro dia acho que escrevi serem quatro os atletas do Al-Ahly de 2006 presentes na Seleção do Egito que enfrentou de igual para igual Kacá e Cia. Na verdade, são seis. Enfim, só reforça a comprovação de que o Título Mundial de 2006 do Internacional é o maior da História do Futebol Gaúcho! Tomara que os atletas atuais atinjam plenamente o mesmo patamar de competitividade. Neste caso, ainda poderemos sonhar com glórias importantíssimas nesta Temporada do Centenário.

0 comentários:

Postar um comentário

 

2009 ·Gol de Letras by TNB