Grêmio

Grêmio
Mais uma vitória em busca do tri!

Internacional

Internacional
A semana, a ideia de Roth, o Inter B.

Grêmio

Grêmio
Maylson garante mais uma vitória

Internacional

Internacional
O Inter estará pronto dia 16?

Cruzeiro x Grêmio (Mineirão - pós jogo)

25 de jun de 2009


Como já previsto Alex e AB foram homenageados no início do jogo. E com Alex o Cruzeiro não perde, mesmo que seja só na torcida. Desde que classificado pra Libertadores os torcedores vêm cobrando da diretoria boas contratações, equilíbrio em campo, melhorias aqui e ali e ontem o time pode mostrar a torcida que está sim buscando o título que todos nós tanto queremos.
O time manteve sua força dentro de casa, provou que tem garra para conquistar o Tri, manteve um bom resultado, e não deixou muito a desejar.

Wellington Paulista finalmente jogou o tanto previsto desde sua compra. Mostrou vontade, coragem, atitude, garra, raça e força. Se mantiver este ritmo finalmente estará decidido la parjeta ideal para Kléber.
La Bestia Negra de Las Américas está cada vez mais próxima de sua reconquista.




Porque se existe um grande clube na cidade e que mora dentro do meu coração o nome deste time é Cruzeiro. E sua imagem resplandece. Sim, na realidade é um grande campeão, que nos gramados de Minas gerais faz páginas heróicas imortais. É o Cruzeiro, querido tão combatido JAMAIS vencido.
A nossa torcida sabe:

O jogo

Vinte e dois jogadores à postos, o apito do juiz sinala o início da partida no Mineirão. Cruzeiro e Grêmio disputam quem defenderá o Brasil nas Américas.
O jogo começou fervoroso e agitado, a bola não descansava os jogadores eufóricos cometiam muitas faltas, algumas não marcadas pelo juiz. O coração cruzeirense disparava a cada oportunidade de gol.
Enquanto o Cruzeiro buscava o ataque, e tentava superar a ausência de alguns jogadores contundidos o time gaúcho procurava espaço nos contra-ataques muito bem feitos, e mal finalizados. Já aos 5 min. o grêmio teve uma ótima oportunidade de gol, mas Alex Mineiro chegou atrasado para mandar a bola pra dentro.
O Cruzeiro respondeu com um belo ataque três minutos depois, mas Marcelo Grohe defendeu. Aos 21 min. um belo ataque de Maxi Lopez, respondido pelo time mandante com um ataque e rebote, muito bem defendido pelo goleiro tricolor.
Depois de tantas tentativas pela esquerda Kléber puxou o ataque pela direita, cruzou na área e W. Paulista esperou Rever dar o primeiro passo, passou por trás de Rever e cabeceou com classe de artilheiro. Cruzeiro 1 x 0 Grêmio.
Com o gol a agitação dos times aumentou ainda mais, ataque de um lado ataque do outro. Jogadas perigosas e fim do primeiro tempo.
O Cruzeiro voltou para o segundo tempo com uma mudança tática: Elicarlos, volante, ocupou a posição de lateral-esquerdo e M. Paraná assumiu sua posição de meio-campo. Finalmente o time se equilibrava pelas laterais e começou a crescer em campo.
À todo vapor marcou o segundo gol logo no primeiro minuto do segundo tempo. Um escanteio curto mandado para Wagner que chutou direto pro gol, desviando em Tcheco e enganando o Grohe.
Em desvantagem de 2 x 0 o Grêmio tentou pressionar para diminuir, porém o time mostrou-se desorientado e perdido em campo, não conseguia trabalhar a posse de bola. O Cruzeiro mostrou-se um time maduro e propício ao título segurando as jogadas tricolores e sem abrir mão do ataque.
Aos 21min. eis que surge outro escanteio curto, cobrado por Wagner, para Paraná que enviou para Fabinho marcar de cabeça. Cruzeiro 3 x0 Grêmio.
O Cruzeiro, correndo muito mantinha a superioridade em campo, partindo pro ataque em busca do quarto gol. Mas o juiz Enrique Osses sentiu a panturrilha direita e solicitou atendimento médico. Dando vaga então, à entrada do 4º árbitro, Osório. Quatro minutos depois Osório entrava à campo, o que ninguém reclamou muito pois o primeiro árbitro não conseguia conter os jogadores e previa-se uma briga entre jogadores à qualquer momento.
O time celeste acabou esfriando um pouco com a parada e voltou um pouco lento para "a segunda parte do segundo tempo". Uma falta cobrada por Souza perto da intermediária acertou o canto esquerdo do goleiro Fábio. Cruzeiro 3 x 1 Grêmio.
A partir de então o Cruzeiro teve de se conter para evitar o segundo gol gremista e foi bastante pressionado. Entrou então Jancarlos e Bernardo nas vagas de Elicarlos e Wagner, mas o jogo ficou por isto mesmo.

Pós-jogo

Todo o elenco cruzeirense, incluindo torcida, técnico e diretoria está muito contente com a vitória e bastante confiante no título da Libertadores. Mas já visa o Avaí para o jogo de sábado.
Jogadores como Fabinho e W. Paulista aproximaram-se mais da torcida. Fabinho teve uma má estréia, mas com o gol de ontem conquistou parte da torcida. W. Paulista também marcou gol e mostrou que merece a titularidade muito debatida até então.
Uma parte da torcida insiste em culpar Fábio pelo gol sofrido, apesar de brilhantes defesas no jogo.
Porém o mais preocupante até então é uma acusação grave que Elicarlos fez a Máxi, o jogador afirma que o atacante tricolor o chamou de macaco expressando racismo, a diretoria celeste promete levar o caso à justiça e espera que isto não ocorra mais vezes. Elicarlos afirmou em entrevista à globo, ao fim do jogo, que ele Máxi o xingou alto e que outros jogadores, como Wagner, puderam ouvir.
Inclusive o desentendimento de Wagner e Máxi no meio-campo deve-se à isto.

0 comentários:

Postar um comentário

 

2009 ·Gol de Letras by TNB