Grêmio

Grêmio
Mais uma vitória em busca do tri!

Internacional

Internacional
A semana, a ideia de Roth, o Inter B.

Grêmio

Grêmio
Maylson garante mais uma vitória

Internacional

Internacional
O Inter estará pronto dia 16?

A Vitória Épica no Gre-Nal e o que virá

2 de mai de 2012

Olá, leitores, torcedores de diferentes times do país. O Gre-Nal teve bobagens quase inacreditáveis, antes de começar a partida. O treinador Vanderlei "Luxa" escondeu tanto a escalação, que, além dos 11 titulares tricolores, os sete reservas entraram em campo! Já um funcionário colorado pôs sal grosso no banco de reservas gremista. Não conhecia aquele velho provérbio que diz: "Se mandinga vencesse jogo, o campeonato baiano (Que beleza o trabalho do Falcao até agora, hein?!) terminava empatado!" O clássico, no entanto, foi decidido dentro do campo mesmo, apesar da valorização excessiva que alguns setores da crônica esportiva estão fazendo da expulsão do técnico do Grêmio. Ele teve uma reação completamente desproporcional com um gandula, que repôs rapidamente a bola para o Internacional cobrar um escanteio, pois o árbitro já havia paralisado a jogada, usando o critério de que o expediente constitui postura antidesportiva. O esquema tático 4-3-3, utilizado por "Luxa", deixou vulnerável o conjunto por ele orientado. Miralles e Bertoglio, somados a André Lima, não encontraram fragilidades na defesa do Inter para explorar. O menino Jackson teve uma senhora atuação na lateral direita, ele que é zagueiro improvisado. Fabrício substituiu de maneira irrepreensível Kléber, não só porque fez o gol da vitória, mas pela vitalidade, sem abrir mão da técnica, que imprimiu pelo lado esquerdo, confirmando ser seríssimo candidato à titularidade. E Sandro Silva, firmando-se como primeiro volante, comandou a marcação de imposição física e bom posicionamento no meio-de-campo. O Internacional, no primeiro tempo, dominou o setor onde as coisas se decidem, também com Guiñazu, Paulo Tinga, Dátolo e Jajá, misto de atacante e meia, em alto nível. Tanto assim que somente o Campeão de Tudo que interessa criou oportunidades claras. Na única chance mais ou menos perigosa do Grêmio, quando Dátolo já havia aberto o placar, na mesma hora um contra-ataque iniciado por Rodrigo Moledo quase acabou em um tento de Paulo Tinga, com passe de Jajá que o deixou cara a cara com Victor, desta vez de ótima atuação no duelo. Entretanto, na segunda etapa, quando o tricolor voltou a um 4-4-2 mais ortodoxo, equilibrou as ações e o empate não foi casual. O Inter, porém, não estava deixando de atacar, de "agredir" o tradicional adversário. A expulsão do profissional multicampeão (junto com dois gandulas) ocorreu depois de uma situação em que o goleiro mais uma vez tinha tido que trabalhar, com sensacional espalmada. E ironicamente, afinal, a cobrança de Jajá para o cabeceio decisivo de Fabrício não poderia ter sido mais "protocolar". O Internacional não vai encontrar facilidades contra o Caxias, até porque terá muitos desfalques, por suspensões e lesões, mas ninguém nega que mais um título estadual ficou bem perto do Beira-Rio, por garra e merecimento estritamente futebolístico. - X - O provável retorno de Oscar e D´Alessandro contra o Fluminense, no jogo de volta pelas oitavas de final da Copa Libertadores, deixa Dorival Jr. com alternativas interessantes. Não se sabe em que nível de recuperação estará Dagoberto, mas Jajá mudou de status após a atuação no Gre-Nal. Pessoalmente, pensaria em tirar Paulo Tinga, levando em conta o provável desgaste físico do grande jogador do conjunto de 2005-06. Do meio para a frente, o Time contaria com Sandro Silva, Guiñazu, os dois acima citados; Dagoberto ou Jajá e Leandro Damião. Vale lembrar que o Colorado não pode passar em branco no Rio de Janeiro. O tricolor carioca dificilmente deixará de fazer gols em casa. Quando o protagonista do imbroglio com o São Paulo estiver em Londres, para a Olimpíada, Dátolo - que sentiu dores musculares - será ótimo substituto. Para o Brasileirão, certamente, virão reforços, que resolverão os problemas defensivos, mas, animado com o que se viu domingo, a equipe cresce em moral, ainda viva no torneio mais importante do continente.

0 comentários:

Postar um comentário

 

2009 ·Gol de Letras by TNB