Grêmio

Grêmio
Mais uma vitória em busca do tri!

Internacional

Internacional
A semana, a ideia de Roth, o Inter B.

Grêmio

Grêmio
Maylson garante mais uma vitória

Internacional

Internacional
O Inter estará pronto dia 16?

A atuação assustadora do Internacional

20 de abr de 2012

Olá, leitores, torcedores de diferentes times do país. O Internacional colhe os frutos de um planejamento que cada vez se mostra mais equivocado em relação à Copa Libertadores 2012. A atuação do Colorado ontem, contra o eliminado Juan Aurich, foi simplesmente assustadora. Tão ruim que não pode nem reclamar da penalidade máxima em Bolívar, quando este cabeceou mal, puxado pela camisa, (muito incompetente o árbitro da Venezuela....) quando ainda estava em branco o placar. Qual a síntese do que se vê no Inter? Uma equipe fraca e envelhecida. Bolívar, Paulo Tinga e Kléber, com balões para a frente e qualidade desaparecida no apoio, não conseguiram jogar. O meio-de-campo e o ataque, onde Gilberto não esteve à altura de Dagoberto, em nenhum momento puseram em prática a estratégia de tocar a bola com aproximações pelos lados ou pelo meio, em um verdadeiro "carpete". A péssima condição do gramado não serve como desculpa, quando recordamos que o Santos há pouco tempo foi ao Peru para virar naturalmente contra este adversário, chegando ao 3X1. D´Alesandro e Dátolo estiveram muito abaixo do nível aconselhável, diante de uma marcação severíssima e organizada do Aurich. Um oponente que, nos contra-ataques, chegou mais perto de ampliar a vantagem do que o Internacional do empate. A campanha, com oito pontos, na fase de grupos, se igualou a do desclassificado Flamengo, e é pior do que a de 2007, quando, em uma chave difícil, o Inter não avançou, atingindo 10 tentos. - X - Falei acima do que considero o principal motivo da medíocre trajetória até este momento na competição continental. O staff colorado não compreendeu a necessidade de uma renovação mais rápida no elenco. Assim, fica evidente o favoritismo do Fluminense, de Abel Braga, Fred, Deco e Rafael Sóbis, o conjunto de melhor campanha até agora, no confronto que começa na próxima semana. Acredito que, mesmo com predominância de reservas, neste final de semana, o Inter tende a superar o Veranópolis e chegar na decisão do segundo turno do Gauchão, no outro domingo. Caso ocorra um clássico Gre-Nal, como se prevê, o panorama será terrível para Dorival Jr., na hipótese de fracassos sucessivos, o que nem a volta de Rodrigo Moledo e Guiñazu (cujas ausências foram muito sentidas nesta quinta-feira) assegura que não ocorrerá. O pessimismo é grande. O treinador não parece capaz de encontrar soluções criativas para que o Time dê uma guinada. Poucas vezes, desejei tanto estar completamente enganado.

0 comentários:

Postar um comentário

 

2009 ·Gol de Letras by TNB