Grêmio

Grêmio
Mais uma vitória em busca do tri!

Internacional

Internacional
A semana, a ideia de Roth, o Inter B.

Grêmio

Grêmio
Maylson garante mais uma vitória

Internacional

Internacional
O Inter estará pronto dia 16?

Inter "A": Estréia razoável e perspectivas

5 de fev de 2011

Olá, leitores, torcedores de diferentes times do país.

Não pude acompanhar da melhor maneira, por motivos profissionais, a estréia do Inter "A" na temporada. Ela parece ter sido razoável, no todo. A virada contra o Juventude apresentou boa atuação de Zé Roberto no primeiro tempo. Uma novidade que projeta o reencontro do Time com a característica do período em que Taison o melhorou, tão logo Celso Juarez Roth assumiu, rumo à Conquista da Copa Libertadores da América. O esquema 4-2-3-1, que pode variar para o 4-4-2, pode ressurgir na melhor versão, portanto. E com mais qualidade, também, à medida que Cavenaghi recuperar o futebol dos tempos de River Plate, quando ocupar a vaga do eficiente Leandro Damião.

O 3X1 construído em parte pelo crescimento de D´Alessandro - que ainda não me convenceu de que merece o status de "centro técnico" do conjunto - recebe alguma valorização pelo que a agremiação de Caxias foi, outrora, e pelo fato de que o Colorado recém encerrou a pré-temporada. As dificuldades aumentarão neste domingo contra o Veranópolis, na chamada "Terra da Longevidade". O foco se voltará, lentamente, para o Torneio Continental.

Acredito que Mário Bolatti, reforço finalmente confirmado, vai ajeitar o setor defensivo do Internacional. A equipe ganha mais altura no meio-de-campo e a experiência de um atleta de Seleção Argentina. O miolo de zaga precisa ficar melhor definido, pela amostra do final de 2010. Talvez Sorondo seja o melhor companheiro para Bolívar ou Rodrigo. Lauro não chega a ser um goleiro totalmente confiável, mas Renan está fora dos planos, segundo informações de diferentes fontes. O retorno para a Europa se desenha como tendência.

A Taça Libertadores se tornou um tanto mais viável com a desclassificação do Corinthians. A força de um brasileiro, em tese, sempre é maior do que a de um colombiano de pouca tradição. O maior obstáculo, o Santos, diminuiu um pouco o rendimento no campeonato paulista. As perspectivas se fortalecem com pequeníssimas esperanças. Melhor do que nada, neste começo de 2011, primeiro ano em que o Clube do Povo do Rio Grande tem um Chefe Executivo capaz de apresentar idéias promissoras na inédita experiência desse tipo no Brasil, ao menos entre os grandes, de maior torcida.

0 comentários:

Postar um comentário

 

2009 ·Gol de Letras by TNB