Grêmio

Grêmio
Mais uma vitória em busca do tri!

Internacional

Internacional
A semana, a ideia de Roth, o Inter B.

Grêmio

Grêmio
Maylson garante mais uma vitória

Internacional

Internacional
O Inter estará pronto dia 16?

Vencemos mais um GreNal, porém não levamos a Taça...

3 de mai de 2010


Ontem, no Estádio Olímpico, tivemos o GreNal de número 381, valendo o título de Campeão Gaúcho. O Internacional, após a derrota para o rival por 2x0 no último domingo, precisava vencer na casa do adversário por 2x0 para termos pênaltis ou, então, por 3x0 para levar a taça para o Gigante. Contudo, o time de Fossati ganhou apenas por um gol, marcado pelo garoto Giuliano, e o time da Azenha após alguns anos sem títulos voltou a comemorar um campeonato.

Jorge (pendurado) Fossati surpreendeu ao trazer para o gramado um time misto postado em 3-4-1-2 para enfrentar o maior clássico do país. O Inter foi escalado com: Pato; Ronaldo Alves, Bolívar e Fabiano Eller; Bruno Silva, Glaydson, Sandro, Giuliano e Kléber; Taison e Walter. O 3-4-1-2 ou 3-5-2, para quem preferir, proporcionou para a equipe Colorada um forte domínio no primeiro tempo. Tanto que o placar logo foi aberto, antes dos 10 minutos de partida, pelo meia Giuliano.

Pode-se perceber nesta atuação do "Mistão" um lado esquerdo com muita força, onde Giuliano ao lado do ala esquerda Kléber acabou dando um nó tático no comandante gremista. O principal movimento de ataque do Internacional foi o movimento diagonal de Giuliano, do centro para a ponta esquerda, permitindo o garoto jogar em uma zona de marcação morta da equipe tricolor. E foi neste ritmo que o Internacional levou vantagem e segurou o Grêmio em seu campo na primeira parte da partida.

O time de Silas, que gira em torno de Douglas, ficou perdido, já que Sandro encarregou-se de marcar o motor tricolor individualmente, e o jogador não teve praticamente chances de tocar na bola. Porém no intervalo, como já anda sendo rotineiro, a conversa de vestiário fez a equipe da Azenha reagir, algo já esperado por todos, inclusive o Inter. Silas conversou com seus comandados e corrigiu os posicionamentos falhos da primeira etapa. O Grêmio assim partiu para cima do Colorado, que mais precavido neste clássico, não permitiu o mesmo desempenho que o adversário teve no Beira-Rio.

Raça e Vontade foram as palavras de ordem entre os Vermelhos e a segunda partida foi bem mais animadora. Entretanto, não foi o ideal mais uma vez. Há muitos questionamentos a serem feitos além dos acertos deste domingo. Douglas foi bem marcado, não tomamos gol após muitas partidas sofrendo eles, Pato finalmente teve uma partida sem falhas... Ok. Mas como o Internacional joga sem Alecsandro precisando marcar dois gols? Sei que muitos o chamaram de "Aleccone" no último clássico, eu odiei a atuação dele inclusive, mas ele é nosso centroavante e o nosso matador. E mais uma vez assisto Fossati pecar nas substituições. Precisando marcar, o uruguaio saca o garoto Walter do time e me coloca Thiago Humberto. Então, após matar de vez nosso ataque, que mais parecia um ataque de asma, o treinador saca Ronaldo Alves (que apesar de importante falha, na minha opinião, estreiou bem e com personalidade) para colocar Kléber Pereira... Queria saber o que se passava na cabeça do técnico neste momento apostando as fichas de mais um gol neste sujeito.

Porém águas passadas não movem moinhos! Parabéns ao Rival pela conquista (agora só faltam 24 clássicos para nos alcançar), e ao menos esquentamos o Chopp da comemoração gremista. Afinal, em três clássicos, em 2010, em dois deu Inter.

Agora o foco é o importante jogo de quinta pela Libertadores! Fossati terá seu jogo de vida ou morte contra o Banfield da Argentina, no qual necessita vencer por 2x0 para seguir adiante na Copa. Caso isso não ocorra o uruguaio deve serguir seu rumo para a Seleção Equatoriana e a "menina dos olhos" Colorado vai por água abaixo.

Então, TORCEDOR COLORADO quinta vamos novamente fazer do GIGANTE o INFERNO VERMELHO e levar a equipe do INTER para as quartas de final nem que seja na base do GRITO!!! ( e rezar para que Fossati aprenda a substituir os jogadores até lá... rsrs).
Até a próxima!

1 comentários:

Marcelo Dorneles Coelho disse...

Em linhas gerais, concordo com a análise, Marcela! Acrescentaria, no entanto, que o Internacional conseguiu criar situações de gol tão somente na primeira etapa (com outro chute perigosíssimo de Guiliano e uma conclusão de Taison dentro da área), e - muito por opções do treinador, como apontas - nada obteve de importante no segundo tempo. O Grêmio, pelo contrário, acabou construindo mais e melhores oportunidades, fazendo do goleiro argentino colorado um dos melhores em campo. Ao menos, houve um carimbo na faixa tricolor....agora, é se preocupar - e muitíssimo - com a quinta-feira, pela Taça Libertadores. Se o Colorado passar por esse duelo, levo alguma fé que embale a ponto de ter desempenho melhor contra o Estudiantes. Os argentinos de La Plata, pelo que vi, não andam lá essas coisas!

4 de maio de 2010 01:48

Postar um comentário

 

2009 ·Gol de Letras by TNB