Grêmio

Grêmio
Mais uma vitória em busca do tri!

Internacional

Internacional
A semana, a ideia de Roth, o Inter B.

Grêmio

Grêmio
Maylson garante mais uma vitória

Internacional

Internacional
O Inter estará pronto dia 16?

O início...

10 de mai de 2010

Sábado começou o campeonato mais longo e o mais disputado do Brasil. Serão 38 rodadas de emoção, porque não existe jogo ganho. Nada melhor então do que começar com um Botafogo x Santos. Campeão Carioca x Campeão Paulista. Clássico de tradição e de respeito.
E a partida não deixou em nada a desejar. Nada mesmo. O que faria a diferença nesta partida seria a consistência das defesas, mas não aconteceu. As duas erraram muito, principalmente nos gols.
Santos sem Robinho e Ganso é o Santos? Claro que sim. São jogadores muito importantes, porém André, Neymar, Marquinhos e Madson também não deixam de ser. Portanto, empatamos com um ótimo time, mas poderíamos ter saído com a vitória.
O primeiro lance de verdadeiro perigo do Botafogo foi o primeiro gol. Bola cruzada na área, num bate-rebate, sobra para o Fábio Ferreira que chuta prensado, mas ela sobra na cabeça de Antônio Carlos que não perdoa. Botafogo 1 x 0 Santos.
Mas como num passe de mágica, o time do Botafogo recuou. Tudo que o poderoso ataque santista queria. Em 3 minutos o time da Vila virou. Primeiramente com Neymar e depois com André. Com os dois gols tomados, o alvinegro carioca ainda conseguiu equilibrar a partida novamente. E o prêmio veio no fim do primeiro tempo. Depois de outra bobeada da zaga dos paulistas, Antônio Carlos novamente deixou o seu. Botafogo 2 x 2 Santos!
Joel Santana, vendo que precisava ir para cima dos garotos, sacou Renato Cajá e Túlio Souza da partida e colocou Edno e Caio. O jogo ganhou muito mais movimentação e emoção. O Botafogo melhorou, mas não conseguia chegar ao gol da vitória. E como já dizia o velho ditado, "quem não faz, leva". Exatamente isso o que aconteceu. Depois de um cruzamento de Marquinhos, Zé Eduardo completou de cabeça. Botafogo 2 x 3 Santos.
Com a torcida empurrando o time, o Botafogo foi para cima do Santos, mas de novo, esbarrava num péssimo dia de alguns jogadores. Alessandro era um deles. Joel percebeu e logo sacou o lateral para a entrada de Marcelo Cordeiro, que em pouco tempo fez muito mais do que muitos que ficaram os 90 minutos em campo. Já ficou bem claro que ele não é um dos preferidos do Joel, mas o técnico tem que dar o braço a torcer. Alessandro não dá mais. O Somália é bem mais efetivo na lateral-direita. Pois, foi dos pés de Cordeiro o cruzamento na cabeça de Herrera para ele empatar no fim. Botafogo 3 x 3 Santos!
Alex Sandro ainda foi expulso no fim da partida, mas não dava mais para o Botafogo buscar a vitória. No fim, o empate foi justo, mas poderia ter sido melhor. Destaque do jogo, sem dúvida alguma, foi novamente Herrera. Se conseguissímos ter a raça desse atacante em todas as posições fatalmente sairíamos satisfeitos do estádio, mesmo se a vitória não viesse.
A torcida deu seu show a parte. Foram 22.155 pagantes e 25.634 presentes. Maior público da primeira rodada do Brasileirão. Sabem por que? A confiança da torcida com os resultados obtidos esse ano estão muito melhor. Todos nós sabemos do limite deste time, mas ninguém pode duvidar que, em partidas decisivas, eles tem mostrado uma vontade a mais. Que esse casamento continue assim. Quem ganhará será sempre o Botafogo de Futebol e Regatas!
Essa semana teremos a decisão da volta ou não de Maicosuel, que cairia como uma luva neste time. A ansiedade por essa contratação é grande e poderá unir ainda mais torcida e time. Mas não podemos parar por ai. Temos carências em quase todos os setores e precisamos de reforços. Alô diretoria, vamos trabalhar!
No domingo faremos nossa segunda partida, que será contra o São Paulo no Morumbi, às 16:00. Com ou sem Loco Abreu vamos apoiar esse time. Ninguém nunca calará esse nosso amor!!!

Saudações alvinegras a todoos ;*

0 comentários:

Postar um comentário

 

2009 ·Gol de Letras by TNB