Grêmio

Grêmio
Mais uma vitória em busca do tri!

Internacional

Internacional
A semana, a ideia de Roth, o Inter B.

Grêmio

Grêmio
Maylson garante mais uma vitória

Internacional

Internacional
O Inter estará pronto dia 16?

A goleada surpreendente

23 de abr de 2010

Olá, leitores, torcedores de diferentes times do país.

Pois não é que o Internacional finalmente apresentou alguma coisa parecida com uma mecânica de jogo, exatamente, no momento decisivo da disputa por uma vaga nas oitavas de final da Taça Libertadores da América? Não que tenha sido algo extremamente empolgante, mas o conjunto organizado por Jorge Fossati trabalhou com:

1) Um esquema 4-4-2 definido, cabendo a Andrezinho e D´Alessandro (o primeiro muito mais inspirado do que o argentino.....atuando bem desde o início, com direito a um golaço, o primeiro da vitória por 3X0) a articulação de jogadas pelo meio e fazendo triangulações variadas, pelos lados, com Ney e Kléber. Verdade que elas nem sempre tiveram melhor acabamento, mas aconteceram.

2) Uma solidez defensiva que já consolidou - claro que aí conta o nível de mediano para baixo dos equatorianos e do Cerro -o Colorado como equipe menos vazada do torneio continental.

3) Um controle de jogo, uma valorização da posse de bola que mantinha as esperanças de um terceiro gol (o que não deixou de surpreender, pois nove em cada dez torcedores acreditavam em uma vitória sofrida por 1X0 ou 2X1....), mesmo quando ficou com dez. O árbitro, aliás, exagerou no lance em que expulsou Edu. Não foi tão violenta assim a falta praticada no inseguro goleiro Ibarra.

4) Uma insistência na criação de oportunidades, deixando evidente a confiança de que poderia chegar a um placar dilatado independentemente do adversário nas oitavas de final acabar sendo.....o campeão argentino. Aliás até o feliz chute de Guiliano já nos acréscimos, o confronto que se estabelecia era....contra o Cruzeiro!

Cabe agora uma boa administração do Gre-Nal no próximo domingo. Nenhum problema em entregar o favoritismo para arrebatar o campeonato gaúcho ao tradicional adversário, colocando em campo um mistão, eventualmente com predominância de reservas. A partida em Buenos Aires contra o Banfield está numa hierarquia demasiadamente superior, marcando o início das fases mata-mata da Copa Libertadores! E que confrontos há pela frente! Corinthians X Flamengo atrairá obviamente todas as atenções. Nacional X Cruzeiro, pela senhora tradição de ambos, também promete fortíssimas emoções não somente para os fãs da Raposa. Os charruas mostraram bom futebol em alguns momentos. Lembrando a ordem dos classificados, arrisco dizer que o título ficará com um destes clubes:

1. Corinthians - O clube paulista terminou em primeiro no grupo, mostrando forte mobilização, conseguindo a melhor campanha de todas.
2. São Paulo - Talvez não empolgue tanto os torcedores, mas a tradição do tricolor do Morumbi por si já impõe enorme respeito.
4. Vélez Sarsfield - À exceção do duelo contra o Cruzeiro no Mineirão, mostrou regularidade e equilíbrio. Se tornou um grande na era contemporânea do futebol "de los hermanos".
5. Libertad - Está há horas "beliscando" o título. Chegou a "pintar" como time de melhor campanha. Parece ter decaído.
6. Internacional - Mais pela tradição e pelo crescimento da noite desta quinta-feira.
7. Nacional - A vitória contra o Banfield na casa do adversário, principalmente, mostrou que os uruguaios estão voltando a crescer. Correm por fora.
8. Universidad do Chile - Se tivesse vencido o clássico contra o Catolica, poderia ficar entre os quatro melhores. Mostrou força contra o Flamengo, e por isto merece respeito.
10. Cruzeiro - Se passar pelo embate contra o Nacional, crescerá muitíssimo na competição. E tradição sobra à agremiação mineira.
16. Flamengo - Sim, está mal, com o conjunto treinado por Adílson Batista, foi um dos brasileiros que não terminou em primeiro na chave, enfrenta uma crise política, mas......quem apostava que o Rubro-Negro venceria o Brasileirão? Apesar da melhor campanha do "timão", alguém duvida que se trata de um confronto em que qualquer um dos dois pode passar?

Não gostei do Estudiantes (terceiro na classificação geral) que vi contra o Alianza de Lima. Verón dá sinais de cansaço. Não sei como está o rival mexicano do clube de La Plata, mas caso apresente um padrão competitivo, não me surpreenderei se aprontar para cima do atual campeão. Aliás, um dos dois enfrentará o Inter nas quartas de final, se o Clube do Povo do Rio Grande lá chegar. Espero que o treinador colorado tenha firmado uma convicção tática.

0 comentários:

Postar um comentário

 

2009 ·Gol de Letras by TNB