Grêmio

Grêmio
Mais uma vitória em busca do tri!

Internacional

Internacional
A semana, a ideia de Roth, o Inter B.

Grêmio

Grêmio
Maylson garante mais uma vitória

Internacional

Internacional
O Inter estará pronto dia 16?

Goleada foi presente de aniversário

4 de abr de 2010

Olá, leitores, torcedores de diferentes times do país.

O Internacional comemora hoje, neste domingo de Páscoa, 101 anos, o que significa que todos nós, fãs do Clube do Povo do Rio Grande, estamos de parabéns! E no Beira-Rio, símbolo da Revolução promovida por um novo grupo dirigente, no meio do qual se destacaram os "mandarins" (apelido dado pelo excepcional cronista Luís Fernando Veríssimo, fazendo referência à História da China), pioneiros de uma política de futebol que tornou o Colorado tão competitivo quanto capaz de apresentar jogadores de enorme habilidade, o que se viu hoje foi um verdadeiro presente de aniversário.

Sim, porque o Inter enfrentou dificuldades em um grau maior do que seria de se esperar contra a Universidade (ex-Ulbra), de Canoas. Até o primeiro gol, que nasceu de uma penalidade máxima sofrida pelo lateral Nei (ele começa a melhorar de produção), ninguém diria que o jogo terminaria em um escore de 4X0. A goleada não corresponde ao que o Time comandado por Jorge Fossati apresentou, ou melhor, deixou de apresentar. Faltaram mais jogadas de aproximação e triangulações pelos dois lados, mais concentração na hora da posse de bola e rigor na marcação. A equipe da região metropolitana da capital gaúcha desperdiçou oportunidades importantes. Até o primeiro tento, continha em certa medida o adversário, não mostrando, entretanto, qualidade no setor ofensivo.

É verdade que nenhuma chance foi tão clara quanto a que Walter teve no segundo tempo, quando aconteceram todos os gols. O menino dominou a bola de maneira primorosa, já driblando o zagueiro, ajeitou e.....mandou-a quase nas sociais do Gigante. Sinal que ainda precisa evoluir. Porém, sua participação na imprescindível vitória contra o Cerro, pela Taça Libertadores da América, já justificou sua titularidade. Acredito que o jovem atacante pode se constituir naquele elemento de força e alguma habilidade, combinação de características que faltava neste conjunto colorado, do meio-de-campo para a frente. Não cheguei a ficar mais esperançoso em relação ao torneio continental. Diria menos desanimado.

E me preocupa a seqüência de partidas decisivas pelo campeonato estadual, antes do decisivíssimo confronto contra o Emelec pela competição mais importante do primeiro semestre. O Internacional não deve perder o foco! Ainda não está descartado um cenário em que o Inter fique com uma das duas melhores campanhas na fase de grupos, e o fato do clube equatoriano não aspirar a mais nada ajuda nesta perspectiva. Se a comissão técnica avaliar que titulares precisam ser poupados (como foram neste domingo Kléber e Guiñazu), não cabem hesitações.

0 comentários:

Postar um comentário

 

2009 ·Gol de Letras by TNB