Grêmio

Grêmio
Mais uma vitória em busca do tri!

Internacional

Internacional
A semana, a ideia de Roth, o Inter B.

Grêmio

Grêmio
Maylson garante mais uma vitória

Internacional

Internacional
O Inter estará pronto dia 16?

De virada, Grêmio conquista sua 11° vitória seguida

21 de mar de 2010


Buscando uma sequência em 2010, Silas repetiu sua escalação pela 4° vez, contra o Ypiranga em Erechim, vindo de uma série de 10 vitórias. Parecia mesmo que o Grêmio estava encontrando seu caminho, embora ainda jogue com times de menor expressão. Mário Fernandes e Rodrigo asseguram nossa defesa e Maylson mostra grande evolução. O ponto negativo fica com o ataque, que sente a falta de Borges e não consegue criar com facilidade contando com Willian e Jonas.
Embora o Ypiranga pareça fraco, o Grêmio não teve facilidades, a marcação era forte e os chutes a gol saíram somente depois dos 15 minutos de jogo, destaque para a vontade de Fábio Santos que se empenhou em criar situações de gol. Se o meio e as laterais criavam, principalmente com Fábio Sanrtos, Maylson e Douglas, que comandava o meio de campo, o ataque pouco rendia e Willian tirava a paciência da torcida com sua péssima atuação. Jonas também era discreto.
Vendo as dificuldades do Grêmio, o Ypiranga até tentou esboçar alguns ataques com Michel, Dinei e Flávio Dias, mas nada que conseguisse assustar. Maylson e Douglas tentavam se entrosar e criaram boas oportunidades, mas paravam no goleiro, como aos 26 minutos onde Pitol defendeu com perfeição. O ataque quase não criava e as jogadas saiam do meio de campo. O primeiro tempo terminou com o placar zerado, demonstrando o fraco rendimento das duas equipes dentro de campo.
Não deu tempo de perceber as mudanças do intervalo. No primeiro minuto da etapa complementar Flávio Dias se livrou da marcação e abriu o placar para o Ypiranga, foi um duro golpe que foi sentido pelos minutos decorrentes de pressão do time de casa. Mas Silas quis o ataque, e o Grêmio passou a pressionar, principalmente com Maylson e Douglas. O ataque não correspondia a vontade do meio-campo e após a torcida pedir, Mithyuê entrou no lugar de Willian, que fez péssima atuação, saindo sob vaias.
A mudança fez a diferença. Aos 23 minutos, após sofrer falta, o ex-companheiro de Willian, Jonas pediu para cobrar e com perfeição e decretar nosso empate. E dessa vez foi sem a dancinha que ainda irrita muitos gremistas. A pressão passou a ser maior ainda e não demorou muito para acontecer a virada. Foi aos 28’ em uma tremenda confusão, Maylson dominou e fez 2 a 1. O goleiro do Ypiranga reclamou de um impedimento e acabou por ser expulso. Em seu lugar entrou Giovane, que suportou a pressão até os 45’ quando novamente Jonas, após cruzamento de Mithyuê completou o placar por 3 a 1, dessa vez com dancinha.
Com um primeiro tempo fraco e de setor de ataque quase que inexistente, o Grêmio levou o gol no inicio da segunda etapa e voltou a ser Grêmio. Willian teve vaias merecidas e com todo o gremismo, viramos a partida. Mesmo com a vitória mostramos deficiências a serem sanadas a cada jogo. O próximo, ocorre quinta-feira às 19:30 contra o Novo Hamburgo, no Olímpico, em jogo válido pela manutenção da invencibilidade e liderança da chave.

FOTO: Globoesporte.com

0 comentários:

Postar um comentário

 

2009 ·Gol de Letras by TNB