Grêmio

Grêmio
Mais uma vitória em busca do tri!

Internacional

Internacional
A semana, a ideia de Roth, o Inter B.

Grêmio

Grêmio
Maylson garante mais uma vitória

Internacional

Internacional
O Inter estará pronto dia 16?

COLORADO: terceira formação em campo, mais uma vitória!

4 de fev de 2010


O Internacional venceu de novo. Líder da Chave 02, 16 pontos de 18 disputados, 05 vitórias... O mais surpreendente em relação a isso? A forte campanha com a terceira formação diferente em campo.

Inter B (os "Kids") - Começou o campeonato disputando as 3 primeiras rodadas. Estreiou com goleada e entregou a liderança na Chave 02, com 07 pontos de 09 disputados, para o time principal.

Inter Principal - Com titulares em campo, a equipe de Jorge Fossati derrotou o Juventude com uma larga goleada de 5x0 e derrotou nosso maior rival no clássico de domingo passado (aliás, belíssimo clássico). Aproveitamento de 100%.

Inter Reservas - Atuou ontem conquistando mais 03 pontos e garantindo a liderança do campeonato na chave. Além disso, garantiu para o clube a melhor campanha da competição até o momento.

Resumo da história: temos um GRUPO de QUALIDADE.

Tenho consciência de que estamos falando de um campeonato regional, com somente dois grandes times da elite do futebol brasileiro. Contudo, desde que esta nova fórmula entrou, tenho achado o Gauchão uma prova mais dura, com mais confrontos com nosso maior rival e de maior disputa e equilíbrio. Torna-se uma boa preparação para as ambições de 2010. O momento de testar, errar e ajustar é justamente esse, pois em outras competições isso poderia ser fatal.

Para um glorioso ano é imprescendível termos grupo. As competições são longas, simultâneas e exigem que haja peças de qualidade para reposição sem perda de qualidade no "todo" do time. E o Internacional, ao meu ver, com estas três amostras de equipe tão distintas, mas todas atuando em 3-5-2 na maioria dos jogos (que pode ser considerado um 3-4-1-2 e a qualquer momento se tornar um 3-4-3 ou um 3-6-1), demonstra força e uma certa estabilidade.

Agora, voltando ao jogo de ontem, podemos observar um Internacional com dez reservas (alguns praticamente aspirantes a uma vaga no time titular), postados em campo em 3-5-2 e com um primeiro tempo de muita qualidade. Presenciamos uma equipe com movimentação, um certo entrosamento devido ao grande nível técnico, belas trocas de passes nas construções de jogadas e pecando apenas nas conclusões. Muriel praticamente não foi exigido e o Novo Hamburgo somente conseguiu ter sua primeira conclusão na segunda etapa.

Os gols do primeiro tempo foram marcados por Leandro Damião e Sorondo. Damião que mais uma vez mostrou sua vocação para centroavante, marcando após bela jogada de tabela com Andrezinho: um chute rasteiro e certeiro. Sorondo, que com a lesão de Eller assume o posto de titular, tem tudo para garantir a titularidade permanente. O zagueiro ontem foi perfeito atuando como líbero, destacando-se principalmente em jogadas pelo alto e no comando da linha de impedimento. Aliás, de cabeça, aos 46 minutos da primeira etapa, Sorondo aumentou a vantagem Colorada com jogada ensaiada de falta, onde Edu escorou de cabeça para o zagueiro marcar.

O segundo tempo foi mais preocupante, pois o time da casa voltou decidido a pressionar e buscar igualdade no marcador. E aos 14 minutos, Paulinho descontou de pênalti. O ritmo do time de Fossati caiu e com a substituição de Damião por Thiago Humberto tive uma sensação de maior queda ofensiva. Problema este que o comandante uruguaio resolveu colocando o garoto Walter no lugar de Glaydson. E com a entrada de Bolivar, no lugar de Nei improvisado como ala esquerdo, o time pareceu conseguir segurar novamente o adversário, apesar de não repetir o primeiro tempo ao qual foi muito qualificado. Mesmo assim, com gol de Thiago Humberto, no finzinho de partida, o Inter fechou o placar em 3x1 e somou mais 03 pontos na classificação.

Merecem ainda destaque a estréia de Wilson Mathias, que atuou bem no meio de campo do Inter, e a atuação de Bruno Silva. O jogador demonstrou ser muito mais um lateral do que um ala direito, atuando brilhantemente na marcação e nos desarmes.

Mais uma rodada se passa e mais um vez sinto-me satisfeita, principalmente com o fato que levantei aqui hoje: o GRUPO COLORADO. Termos reservas como Sorondo, Bruno, Andrezinho, Edu, Leandro Damião é a melhor dor de cabeça que Jorge Fossati poderia ter. Enquanto os titulares da Azenha amargaram mais um empate em casa, nosso GRUPO vem firmando uma bela campanha pelo Rio Grande... Dá-lhe Inter!!!


0 comentários:

Postar um comentário

 

2009 ·Gol de Letras by TNB