Grêmio

Grêmio
Mais uma vitória em busca do tri!

Internacional

Internacional
A semana, a ideia de Roth, o Inter B.

Grêmio

Grêmio
Maylson garante mais uma vitória

Internacional

Internacional
O Inter estará pronto dia 16?

Clássico Goiano - Uma prova de fogo

28 de fev de 2010

A postagem é curta, não me delongarei. Digo apenas que a mesma trata de um aviso sobre o segundo clássico entre Goiás e Atlético-GO no ano de 2010, só que desta vez no estádio verde e branco situado na Avenida Edmundo Pinheiro de Abreu. É a estréia de Geninho no comando do clube de futebol mais antigo da capital, enfrentando uma prova de fogo contra o clube que o mesmo Geninho alçou à Libertadores em 2005. Noutro lado, Jorginho enfrenta pela primeira vez o Atlético, mas com sorte, já que o técnico esmeraldino estreou com vitória no clássico contra o Vila Nova.


A rivalidade entre Goiás e Atlético Goianiense não é tão grande como a que vemos entre Goiás e Vila Nova, mas, a exemplo do que ocorreu na partida no estádio Antônio Accioly, o jogo no Estádio da Serrinha será de uma torcida só, por determinação da Polícia Militar, que teme confrontos. Apesar disso, cerca de 300 torcedores esmeraldinos compareceram na partida no estádio do Atlético Clube Goianiense.

Porém, caso o Verdão e a Lagartixa se mantenham na Série A por mais alguns anos, e o Panetone (singela alcunha do Vila Nova) não subir à elite, a rivalidade tende a mudar de foco.

E desta vez, espero eu, apesar de todas dificuldades a serem enfrentadas - o time do Atlético-GO é bom - que a vitória esteja do lado do maior campeão goiano. Porém, o Goiás Esporte Clube é uma equipe mais completa. Com uma vitória, o Verdão pode alcançar o Dragão, ou melhor, as Lagartixas na pontuação.

E há outro aviso para outros times: Se vocês sempre acharam o Alviverde do Cerrado um time chato, fiquem espertos com o Atlético. Não, não ressalto a boa qualidade da equipe da Campininha (primeiro bairro de Goiânia, reduto dos atleticanos), mas sim um fato ocorrido na última partida aliado à movimentações na política do Distrito Federal.

É um time em que os jogadores pisam nos jogadores adversários e o juiz não marca absolutamente nada, como aconteceu na última partida disputada entre as duas equipes. Afinal, o presidente do Lagartixa estaria envolvido no "Mensalão Panetônico" do (ex)governador da Candangolândia, José Roberto Arruda. O dirigente rubro-negro era Secretário de Finanças do famigerado político supracitado. O que seria corromper um juiz de futebol ante à suposta malemolência com o erário?

Tirem suas conclusões.

Como gosto de falar de futebol, amanhã colocarei, se Deus quiser, um relato pormenorizado do segundo maior clássico do Centro-Oeste, com números sobre o clássico e tudo mais, a quem interessar possa. O futebol goiano vem aí.

Arrivederci!

1 comentários:

Lílian Alcântara disse...

Hum... talvez "mensalões" seja problemas em atléticos, o Atlético - MG esteve indiretamente ligado ao mensalão através do - na época presidente - Ricardo Guimarães proprietário do BMG.
Mas é bom você apresentar o novo time da série A, nessas condições será um prazer enviá-los de volta à segunda divisão com toda sua catimbaria.

28 de fevereiro de 2010 11:59

Postar um comentário

 

2009 ·Gol de Letras by TNB