Grêmio

Grêmio
Mais uma vitória em busca do tri!

Internacional

Internacional
A semana, a ideia de Roth, o Inter B.

Grêmio

Grêmio
Maylson garante mais uma vitória

Internacional

Internacional
O Inter estará pronto dia 16?

Arroz com Feijão

27 de jan de 2010


Hoje em São Januário o Botafogo tentava buscar sua reabilitação no campeonato depois da goleada sofrida domingo. E pelo menos no placar conseguiu. 2 x 1 em cima do Tigres e mais três pontos na nossa conta.
Porém o jogo não teve nada de muito extraordinário. Além dos jogadores terem entrado nervosos em campo devido às pressões sofridas, o time em nada foi modificado. Para não dizer que nada mudou, o Eduardo não jogou ( por causa da expulsão no jogo contra o Vasco ) e o Renato entrou em seu lugar. Resultado? Defesa exposta e dificuldades na troca de passes.
No primeiro tempo, os lances mais perigosos ficaram por conta do Triges, acreditem. Mais o Botafogo conseguiu ser mais eficiente. Foram dois lances perigosos somente o primeito tempo todo. No primeiro, uma bela jogada do Lúcio Flávio ele cruzou para o Renato, que foi travado, mas a bola sobrou para o Herrera. Tigres 0 x 1 Botafogo. O segundo lance perigoso, foi depois de um cruzamento, em que o Fahel resvalou na bola e o goleiro fez uma bela defesa. Sim, foi o Fahel que resvalou mesmo, não errei não. A nota triste do primeiro tempo foi a contusão do Jefferson, depois de um tiro de meta mal batido, ele tentou se recuperar e trombou com o atacante do Tigres, saiu machucado e é dúvida até para o próximo jogo. Renan é seu substituto.
Mas para um time da história do Botafogo, deixar o Tigres jogar foi um pecado. Porém nada mudou no segundo tempo. O Tigres continuava com maior posse de bola e o Botafogo pouco saia em contra-ataque. Mas em uma bela falta cobrada pelo Lúcio Flávio, Abreu toca de cabeça para o meio e Antônio Carlos chega e completa para o fundo da rede. Tigres 0 x 2 Botafogo.
Na metade do segundo tempo porém, Leandro Guerreiro faz uma falta dura na lateral e é expulso, ou seja, o time recuou mais ainda. Com a expulsão, o técnico foi obrigado a tirar o Abreu novamente e recompor o meio, colocando do Somália. Daí em diante foi segurar o que podia lá atrás e só sair com segurança. O Herrera ainda perdeu dois gols em contra-ataques. Até que aos 41 minutos, falta na entrada da área e Oziel cobra com perfeição, Renan ainda resvala na bola, mas ela entra. Tigres 1 x 2 Botafogo.
Para segurar de vez o placar, Jair Ventura ( técnico interino ) tirou o Renato e colocou o zagueiro Fábio Ferreira e foi só esperar pelo apito final. Alívio? Sim. Contente? Nem de longe. O time ainda tem muitas carências e precisa muito melhorar, caso contrário não manteremos a escrita de sermos o único time a bater de frente com o Flamengo em decisões.
A partir de amanhã o trabalho do Joel Santana começará e sábado teremos uma ideia de como ele será conduzido. A esperança da torcida alvinegra é que ele faça um ótimo trabalho e principalmente coloque para jogar quem tem condições de apresentar um futebol guerreiro. É o que de fato esperamos!
Próximo encontro já está marcado. Sábado, no Engenhão às 17:00 contra o América de Bebeto e Romário. Vamos com tudo para cima deles, porque ninguém nunca calará esse nosso amor!

Saudações alvinegras a todoos ;*

1 comentários:

artur disse...

Ju,
A defesa ta pior do que os escombros do terremoto do Haiti. O Wellington não ganha uma bola pelo alto; as bolas cruzam a nossa defesa, tal qual as balas tracejantes dos morros cariocas, a coisa ta feia mesmo. Se o humilde Tigres, que a meu ver, adotou uma postura tatica correta, tivesse um pouco mais de competencia nas finalizações, não teriamos saido de campo ontem com 3 pontos a favor. Trabalho pro agora nosso Joel, que sabe armar uma defesa.
sds alvi-negras sempre.

28 de janeiro de 2010 12:27

Postar um comentário

 

2009 ·Gol de Letras by TNB