Grêmio

Grêmio
Mais uma vitória em busca do tri!

Internacional

Internacional
A semana, a ideia de Roth, o Inter B.

Grêmio

Grêmio
Maylson garante mais uma vitória

Internacional

Internacional
O Inter estará pronto dia 16?

A virada da virada

11 de abr de 2010

Em partida válida pela terceira rodada da Taça Rio, Fluminense x Botafogo duelaram. Naquele dia, apesar do time tricolor ter uma equipe melhor, o Botafogo jogou bem mais organizado, e saiu derrotado de campo por 2 x 1, de virada.
Hoje, no mesmo Maracanã, a história parecia que iria se repetir. Principalmente por conta de um time apático e mais fraco, tecnicamente, que o time que vinha jogando de titular. Mas dessa vez foi diferente.
Um público modesto pagou para assistir a essa semi-final, 23.445 presentes. O Fluminense começou dominando a partida, porém, no primeiro ataque da equipe alvinegra, Túlio Souza cobra uma falta na cabeça de Loco Abreu, que sozinho não desperdiçou. Botafogo 1 x 0 Flumiense!
E até os 40 do segundo tempo foi só o que o time do Botafogo conseguiu produzir. Nesse meio tempo, foi só pressão do tricolor carioca e muitos erros de passe e marcação do outro lado. E como pena a isso tudo, o juíz marcou um pênalti, que vale lembrar, não existiu. E atendendo ao ditado "Pênalti mal marcado, não entra", Fred tratou de explodir a bola no travessão, configurando assim a terceira penalidade seguida que não é convertida no gol defendido pelo Jefferson!
Isso serviria para acordar o time, certo? Seria a lógica. Mas em futebol isso é muito relativo. Levamos dois gols de Fred ainda no primeiro tempo, que obrigaram ao time ir para frente. Não podendo esqueçer, claro, que, no primeiro gol do atacante tricolor, o zagueiro titularíssimo Antônio Carlos escorregou de uma forma lamentável.
Ainda na primeira etapa, o mesmo Antônio Carlos errou um gol sem goleiro, que de cabeça ele mandou para fora. E o Herrera teria conseguido marcar o dele, se alguém o tivesse avisado que não era vôlei e sim futebol. Mas enfim, fim de primeira etapa. Botafogo 1 x 2 Fluminense!
No intervalo, Joel percebeu que o Sandro Silva não estava em um bom dia e o tirou para a entrada de Edno. Percebeu também que, o Túlio Souza estava conseguindo a proeza de fazer a torcida ter saudade do Lucio Flavio, o tirou e colocou o Caio. Enquanto isso, o Fluminense continuou com a mesma formação, querendo apenas matar a partida nos contra-ataques!
A mudança no comportamento da equipe foi logo percebida. O Botafogo começou a trocar passes e a levar perigo ao gol tricolor. Porém, foi em um cruzamento que saiu o gol de empate. A zaga do Fluminense estava muito insegura e todo cruzamento era perigoso. Neste, depois de um bate-rebate na área, Fahel chutou e a bola entrou devagarzinho. Botafogo 2 x 2 Fluminense.
Com o empate a partida ganhou muito mais em movimentação, agora para os dois lados. E adivinhem qual foi a jogada do gol da virada? Bola cruzada na área, claro. Depois de parcialmente cortada pela zaga do Flu, ela sobrou para Caio, que dominou e chutou. O goleiro Rafael só ficou observando a bola entrar, após um corta-luz de Herrera. Botafogo 3 x 2 Fluminense!
Não se pode atribuir à derrota do tricolor a esse gol validado. Cabe lembrar que, o time chamou o Botafogo o tempo todo para o seu campo de defesa, para tentar matar a partida em contra-ataque. Só que não obteve êxito algum. E, em mais um clássico no ano, o time do Fluminense não conseguiu segurar o placar.
Eles ainda tiveram, pelo menos, mais 15 minutos para empatar e até virar a partida, mas não conseguiram. Criticaram tanto o Botafogo com as bolas aereas, mas nos últimos 10 minutos só se observava os famosos "chuverinhos" na defesa comandada pelo Jefferson. Caio, em um contra-ataque no fim ainda provocou a justa expulsão de Cássio. Loco Abreu perdeu um gol incrível, mas foi só. Botafogo 3 x 2 Fluminense e mais uma vez estamos na final de um turno do Estadual!
A velha conversa de que é um time limitado, com pouca qualidade individual, têem, em clássicos decisivos, sido encoberta pelos bons resultados. Joel escalou muito mal a equipe, com muitos volantes e nenhum homem de criação. A defesa, ponto forte até pouco tempo, é passível de preocupação e consequentes acertos.
É também importante ressaltar que, o Caio, entrando no segundo tempo, tem sido muito mais perigoso e eficiente do que como titular. No geral hoje ele não foi tão bem como costuma ser, porém não foi preciso de muito. O gol da vitória e a expulsão de um jogador do Fluminense ficou de bom tamanho.
Agora o nosso adversário sai amanhã na outra semi-final. E não podemos jogar o que jogamos no primeiro tempo da partida de hoje contra o Fluminense. Conseguimos a classificação pelo nosso segundo tempo. Edno é titular no lugar de Lucio Flavio machucado. O Sandro Silva volta, e como de costume dará lugar ao Caio na segunda etapa. E o Marcelo Cordeiro é titular, nada de improvisação de Somália ali. Ele foi bem no lugar do Alessandro ( que aliás só demonstrou raça, porque roubar bola que é bom nada ), então nada de inventar muito viu Joel?
Teremos duas chances de conseguir a Taça e não poderemos desperdiça-la do mesmo modo que o ano passado. Joel, Caio e Cia estão ai, agora para tentar mudar esse panorama. E por falar nisso, Joel e Caio tem sim estrela, mas não somente os dois. Todos os que jogam para o Botafogo de Futebol e Regatas são iluminados por uma estrela muito maior. E, enquanto os jogadores do Fluminense tentavam o gol de empate, os jogadores vibravam com todas as bolas cortadas. Foi empolgante!
Esperamos encontrar nos próximos jogos o Botafogo, aquele mesmo que jogou o segundo tempo, porque assim fica muito mais difícil de alguém nos vencer, podem apostar!

Saudações alvinegras a todoos ;*

4 comentários:

Anônimo disse...

Oso, oso, oso.. de virada é mais gostoso!
Dá-lhe Fogão!

Beeijos Juu.

Jennifer

11 de abril de 2010 03:03
PCFilho disse...

A arbitragem ajudou hoje, muito, mas o Botafogo merece o título.

Só não pode perder domingo. Domingo é o dia de levantar a taça!

Saudações tricolores,
PC

11 de abril de 2010 03:13
matthaus18 disse...

Clássico Vovô. O mais antigo do campeonato carioca, desde 1905. E pela primeira vez nunca tremi tanto numa cadeira. Não era frio não mas sim NERVOSISMO! Logo no primeiro minuto da primeira etapa o juíz marca uma falta, e na pressão do Fredcruguer o arbitro com medo deu cartão amarelo para L.Guerreiro. Logo pensei:"Esse juíz vai querer lasca o Botafogo, nada bom, nada bom." Não só por isso mas também pelo time apático que mesmo assim abriu o placar; também pelos "cai, cai" do povo no gramado escorregadio que já estava me cheirando mal... cheirado e feito. Deu no que deu, gol deles, mais nervosismo e mais cai cai. O que acelorou mais meu ♥ foi o gol de Herrera. Onde esbravegei, gritei, pulei, soquei o vento com tanta força que o levei a nocaute! Mas não! Não foi gol?! Como?! Um golaço desse anulado porque? MANCHETE. Herrera trocou as regras, trocou os passes, trocou o esporte e decidiu jogar Volei tocando a bola de manchete. É, esse clássico mecheu comigo. Mecheu tanto que desde o início eu perguntava: " Cade o M.Cordeiro? O que Joel quer fazer?!" Meus gritos solitários no imenso Maraca pedindo para entrada dele foi em vão! Porque isso estava acontecendo comigo? Amarelo, tonto, congelado, pronto a dismaiar mas fui ressucitado por um gol Desfibrilador do Fahel. Mas foi gol mesmo? A bola entrou? Porque estava do lado de fora? Era outra bola, então o grito entalado no Estômago saiu com toda força! E como quem vence a morte, vem com tudo pra vencer na vida, nada como um gol estilo CHUÁ no basquete, bem lento, demorando, rolando pelo gramado sem pressa, pra todo mundo ver que Caio não é Talismã coisa nenhuma, é jogador com faro de gol! O final todo mundo já sabe, o que não sabem mas vão ficar sabendo agora é que quando acabou o jogo eu desmaiei! Hehe. São tantas emoções. E que venha a final, seja contra quem for, mas que tenha um plantão médico ao meu lado dessa vez!
Grande beijo em especial pra Ju que faz esse trabalho aqui maravilhoso =D
Saudações!

11 de abril de 2010 10:23
Anônimo disse...

o Caio vai te pegaaar.. kkkkkkkkkkkkkkkk
Suado, mas ganhamos e isso q importa!
Mas por favor, LG tem que melhorar.

Abraços

Gabi

11 de abril de 2010 17:30

Postar um comentário

 

2009 ·Gol de Letras by TNB