Grêmio

Grêmio
Mais uma vitória em busca do tri!

Internacional

Internacional
A semana, a ideia de Roth, o Inter B.

Grêmio

Grêmio
Maylson garante mais uma vitória

Internacional

Internacional
O Inter estará pronto dia 16?

Timão toma susto no início mas vence na estréia da Libertadores

25 de fev de 2010


Chegou a tão esperada estréia do todo poderoso Timão na Copa Libertadores da América 2010, depois de vencer a Copa do Brasil 2009 e conquistar a vaga para disputar a Libertadores no ano do centenário, esse era o momento mais aguardado por todos os torcedores Alvinegros e felizmente o Corinthians saiu vitorioso do primeiro confronto.
O jogo começou e o torcedor corinthiano já sentiu logo de cara que precisa apoiar o time e ter paciência para assistir aos jogos da Libertadores, isso porque no primeiro minuto de jogo o Timão foi surpreendido com um gol do Racing após a bola sobrar livre na área para o atacante Cauteruccio tocar para o fundo das redes após a bola ter sido lançada para área em lance que partiu de uma cobrança de falta ocorrida perto do meio campo.
O Todo poderoso preparou um time experiente para a disputa desta Copa e isto pode ser notado logo no primeiro confronto, porque o Timão mesmo com a desvantagem no placar procurou tocar a bola e criar as oportunidades de gol, sem afobação. O time do parque São Jorge mantinha a posse de bola e procurava tocar a bola para tentar abrir a defesa adversária. E o Timão conseguiu empatar a partida aos 10 minutos da primeira etapa, depois que o Fenômeno resolveu deixar a área e tentar armar o ataque, ele recebeu a bola na intermediária e tocou para Tcheco que se posicionou na frente da grande área e deu um lindo passe de calcanhar para Elias que apareceu como homem surpresa e tocou na saída do goleiro para comemorar o primeiro gol corinthiano na Libertadores 2010.
Após o empate o Timão continuava o tocar a bola com paciência no campo de ataque esperando aparecer espaços para criar as oportunidades. Mas o primeiro tempo terminou empatado.
Na volta para o intervalo o técnico do Timão surpreendeu a todos, trocando o segundo atacante Defederico pelo centroavante Souza, buscando ter maior força física no ataque corinthiano.
O todo poderoso continuava tendo a posse de bola, mas não conseguia furar o bloqueio adversário.
Aos 12 minutos o Timão ficou com um jogador de vantagem, após Flores ser expulso por entrada violente em Elias. Com isso o Corinthians começou a criar mais chances para virar a partida.
Com 25 minutos da etapa final de jogo o Timão conseguiu virar o placar da partida novamente com Elias aparecendo como homem surpresa. O lance foi similar ao primeiro gol corinthiano, Ronaldo tocou para Souza que protegeu a bola e deu um lindo passe para Elias sair na cara do goleiro e marcar o seu segundo gol na partida.
Depois de passar a frente do placar os jogadores do Timão começaram a se sentir mais a vontade e começaram a aparecer as habilidades individuais de cada jogador. Em um desses lances, Ronaldo deu duas canetas em dois adversários e foi parado com falta, e quase no final da partida o Fenômeno deu um lindo drible no zagueiro adversário e concluiu em gol mas o goleiro conseguiu evitar o gol tocou a bola para escanteio.
O jogo terminou mesmo com a vitória do Corinthians pelo placar de 2 x 1, contra o Racing do Uruguai.
Podemos dizer que é sempre muito importante estrear com vitória para dar confiança e tirar o peso da ansiedade da estréia. Gostei da forma que a equipe se portou em campo, mesmo saindo em desvantagem no placar o time mostrou maturidade e paciência para buscar a vitória.

Ficha Técnica

CORINTHIANS 2 X 1 RACING-URU
Corinthians: Felipe; Alessandro (Jucilei), Chicão, William e Roberto Carlos; Ralf, Elias, Tcheco e Jorge Henrique; Defederico (Souza) e Ronaldo
Técnico: Mano Menezes
Racing-URU: Jorge Contreras; Rodrigo Brasesco, Héctor Hernández, Ignacio Pallás e Danny Tejera; Héctor Vega, Santiago Ostolaza, Darío Flores e Matías Mirabaje (Diego Scotti); Martín Cauteruccio e Líber Quiñones (Jean Pierre Barrientos)
Técnico: Juan Verzeri
Gols:
CORINTHIANS: Elias, aos 10 minutos do primeiro tempo e aos 24 minutos do segundo tempo.
RACING-URU: Martín Cauteruccio, a 1 minuto do primeiro tempo.
Cartões amarelos: Jorge Henrique, Ronaldo, Roberto Carlos (Corinthians); Líber Quiñones, Darío Flores, Ignacio Pallas, Héctor Vega (Racing-URU)
Cartão vermelho: Darío Flores (Racing-URU)
Árbitro: Raúl Orosco (Bolívia)

0 comentários:

Postar um comentário

 

2009 ·Gol de Letras by TNB